Festa do Cinema Italiano nos Açores em Março e Abril

0
54
DR
DR
Por: Festa do Cinema Italiano.
A Festa do Cinema Italiano regressa aos Açores, realizando-se no Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo de 25 a 29 de Março e no Teatro Micaelense, de 9 a 11 de Abril.
 
Além das novidades e antestreias deste ano, a Festa leva aos Açores um “clássico” do cinema italiano, um documentário sobre arte do ciclo A Grande Arte no Cinema, e os filmes com maior êxito de bilheteira em Itália, nos últimos anos.
O programa começa na Ilha Terceira, em Angra do Heroísmo, na terça-feira, dia 25 de março (21h00), com o filme Pinóquio, de Matteo Garrone.
Considerado um dos realizadores mais interessantes do novo cinema italiano (Gomorra, Dogman, O Conto dos Contos), Matteo Garrone volta ao clássico da literatura infantil com Roberto Benigni, mantendo as tintas sombrias do original livro de Carlo Collodi.
A seguir, o documentário do ciclo A Grande Arte no Cinema, Eu, Leonardo, de Jesus Garces Lambert sobre o Leonardo da Vinci, artista, cientista e  inventor. Uma experiência nova e envolvente, duma perspetiva distante dos estereótipos e que tem como protagonista principal absoluto, a mente de Leonardo, um espaço que o acompanha na evocação dos momentos mais significativos da sua vida, um lugar vasto e abstrato onde a natureza e as cenas interiores vivem juntas e o seu génio ganha vida.
A programação continua com a comédia Bangla, de Phaim Bhuiyan, uma primeira obra divertida e encantadora sobre integração e identidade. Uma comédia inteligente que foi um dos maiores sucessos do cinema italiano, elogiado tanto pelo público quanto pela crítica.
No domingo, dia 28, às 21h00, divertimento assegurado com Manual de Sobrevivência para Pais (Figli), de Giuseppe Bonito, uma brilhante comédia sobre a dificuldade de um casal em aguentar o stress e as dificuldades que um bebé implica.
Encerra esta edição em Angra do Heroísmo um clássico do cinema italiano: La Dolce Vita, de Federico Fellini. Sendo o maior sucesso do cineasta italiano e o filme italiano mais popular de todos os tempos, La Dolce Vita representa um olhar à cultura do estrelato, comum protagonista no encalço do sedutor estilo de vida das ricas e glamorosas celebridades que, em plena era da sociedade do espetáculo, se exibem em Roma.
Em Abril, a Festa estará em Ponta Delgada, no dia 9 com o filme de abertura do festival, Pinóquio. No dia 10 a programação conta com  os filmes Manual de Sobrevivência para Pais (Figli) e Eu, Leonardo. Por fim, no dia 11, o festival termina com o clássico italiano La Strada, de Federico Fellini. Gelsomina, uma rapariga pobre que é vendida pela sua mãe a Zampano, um artista ambulante, para o ajudar nos seus espetáculos. La Strada venceu o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro.
O evento é organizado pela Associação Il Sorpasso, com o apoio da Câmara Municipal, do CCC de Angra do Heroísmo e do Teatro Micaelense.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO