Filipe Costa, presidente da Direção do Grupo Desportivo Cedrense – “Queremos voltar a ter futebol ao domingo no lado norte da ilha”

0
769

O Grupo Desportivo Cedrense (GDC) foi fundado a 25 de junho de 1981 e tem a sua sede na Rua da Praça e campo de jogos da Laginha. Ao longo dos seus 40 anos, na modalidade de futebol, sagrou-se Campeão da Associação de Futebol da Horta (AFH) na época 2002/2003 no escalão de juniores, na época 2003/2004 nos escalões de Infantis e Iniciados e na época 2015/2016 no escalão de séniores.
Ganhou a Super Taça Manuel Faria de Castro nas épocas 2015/2016 e 2017/2018 e foi finalista vencido na época 2011/2012. Foi finalista da Taça Autonomia na época 2009/2010 e participou no Campeonato de Futebol dos Açores nas épocas 2016/2017 e 2018/2019.
Na modalidade de futsal, foi campeão da AFH na época 2017/2018 e participou na segunda
eliminatória da Taça de Portugal e na II Divisão Futsal Série Açores na época 2018/2019.
Em 2014, o clube viu concretizada uma das ambições mais desejadas: a inauguração do piso sintético do campo da Laginha, que veio colocar o GDC em pé de igualdade com o Futebol Clube dos Flamengos e o Fayal Sport Club nas condições dadas aos atletas
para a prática desportiva, sobretudo nos escalões de formação.
Devido às condicionantes que atravessamos, este ano não houve a habitual festa com os sócios e simpatizantes. O Tribuna das Ilhas esteve à conversa com o atual presidente da Direção, Filipe Costa, que tomou posse no passado dia 12 de junho e que nos falou das dificuldades que o clube atravessou e das perspetivas para o futuro, com a ambição de voltar a ter futebol sénior, não fechando a porta a outras modalidades, desde que se proporcionem as condições para tal.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

 

[/ihc-hide-content]

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO