Fundo de Recuperação. Verbas para os Açores são “claramente insuficientes”

0
16

O PSD/Açores considerou hoje que as verbas do Fundo de Recuperação Europeu destinadas à Região são “claramente insuficientes”, tendo em conta a “profundidade da crise” económica resultante da pandemia da COVID-19.

“Os fundos europeus relativos ao impacto da pandemia são claramente insuficientes para o que são as necessidades dos Açores e para o que é já a profundidade da crise na Região”, afirmou António Vasco Viveiros, em declarações aos jornalistas à margem dos trabalhos do parlamento regional.

O parlamentar social-democrata lembrou que o montante adequado para enfrentar a crise na Região deveria ser de 1.000 a 1.200 milhões de euros, tal como já tinha sido proposto em julho passado pelo presidente do PSD/Açores, José Manuel Bolieiro.

“Os fundos da COVID-19 para os Açores, provenientes do Mecanismo de Recuperação e Resiliência e da Iniciativa REACT EU, situam-se nos 837 milhões de euros, o que fica aquém daquilo que a Região realmente precisa”, disse.

O deputado PSD/Açores denunciou também o “aproveitamento eleitoral” do Governo Regional ao anunciar o montante global dos fundos europeus, “misturando o que não pode ser misturado”.

“Uma coisa são os fundos da Coesão, outra são as verbas do plano de recuperação europeu para fazer face ao impacto económico da pandemia. Há um manifesto aproveitamento eleitoral, falando em duplicação de fundos, comparando o que não é comparável”, frisou.

Relativamente às verbas da Política de Coesão, António Vasco Viveiros sublinhou que “há um ligeiro aumento, o que é satisfatório”.

O parlamentar social-democrata destacou ainda o facto de 60 por cento dos estragos causados pelo furacão Lorenzo nos Açores “serem, afinal, pagos por fundos europeus, o que desmente a propaganda feita nos últimos meses”.

“Havia a promessa de que o Governo da República suportaria 85 por cento das despesas com a recuperação dos estragos do Lorenzo. Vemos agora que isso nunca foi verdade”, concluiu.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO