Governo dos Açores apoia cinco instituições de solidariedade social de São Miguel para aquisição de viaturas

0
17

A Secretária Regional da Solidariedade Social atribuiu hoje, em Ponta Delgada, apoios para aquisição de viaturas para transporte de utentes a cinco instituições de solidariedade social da ilha de São Miguel, num valor superior a 162 mil euros, no âmbito do programa Solidariedade em Movimento.

Foram beneficiários na segunda fase do programa a Santa Casa da Misericórdia da Maia, a Kairós – Cooperativa de Incubação de Iniciativas de Economia Solidária, o Centro Sociocultural de São Pedro da Lagoa, o Centro de Terapia Familiar e Intervenção Sistémica e o Instituto de São João de Deus – Casa de Saúde de São Miguel.

O Programa de Apoio à Aquisição de Viaturas pelas IPSS da Região tem por finalidade reforçar o apoio do Governo dos Açores às instituições que constituem a rede da solidariedade social da Região e que contribuem para uma maior coesão social e inclusão dos vários públicos.

O programa representa um investimento significativo da Região no setor social e visa apoiar a aquisição de viaturas que venham consolidar e alargar a atividade desenvolvida pelas IPSS com contratos de cooperação com a Região.

Na primeira edição foram aprovadas 31 candidaturas ao programa e na segunda edição, onde se incluem as que hoje assinaram contrato, foram aprovadas nove, perfazendo um total de investimento de cerca de 1,2 milhões de euros.

“A atribuição destas viaturas surge como resposta às necessidades das novas respostas sociais e ao alargamento de muitas das existentes, que implicam criação ou aumento de necessidade de transporte de utentes para os diversos serviços prestados por estas instituições”, salientou Andreia Cardoso.

A Secretária Regional adiantou que muitas das candidaturas aprovadas tiveram em conta o avançado estado de degradação das viaturas existentes, dada a sua antiguidade, o que faz com que acusem desgaste e, por isso, impliquem sucessivas reparações.

“Tendo em conta que os utentes em causa são, tendencialmente, crianças, idosos e pessoas com deficiência, portanto, públicos mais frágeis e para os quais há normativos legais que regulam as condições das viaturas usadas para o seu transporte, o Governo dos Açores sentiu necessidade de reforçar este apoio”, disse a governante.

“Acreditamos estar, assim, a contribuir para a melhoria da atividade desenvolvida pelas instituições que constituem a rede da solidariedade social e que contribuem fortemente para uma Região mais coesa e inclusiva, através da aquisição de viaturas que permitam a consolidação da atividade que desenvolvem”, afirmou Andreia Cardoso.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO