Governo dos Açores cumpre principais propósitos culturais, afirma Avelino Meneses

0
7
DR

O Secretário Regional da Educação e Cultura afirmou, em Ponta Delgada, que o Governo dos Açores está a “cumprir os principais propósitos” culturais, que assentam na transmissão da “herança dos nossos antepassados” e no “estímulo” à capacidade de criação individual e coletiva dos agentes culturais.

Avelino Meneses, que falava sexta-feira, no Museu Carlos Machado, na inauguração da exposição sobre a vida e obra do escultor açoriano Canto da Maia, destacou que as bibliotecas, os arquivos e os museus da Região são as instituições de “maior relevo “ na preservação da cultura açoriana.

Nesse sentido, salientou que o Governo “persegue” um objetivo “crucial”, cuja concretização se “vislumbra”, que é o de dotar cada uma das ilhas com uma unidade museológica de “qualidade.

“Isto vai-se concretizando e está prestes a concretizar-se, por exemplo, com a recente inauguração do Núcleo Museológico de Vila do Porto do Museu de Santa Maria, com a inauguração para breve do Museu do Tempo, que é o primeiro edifício do Ecomuseu do Corvo, e com a construção já em curso do Museu Francisco de Lacerda, em S. Jorge”, frisou.

Para o Secretário Regional da Educação e Cultura, apesar deste trabalho, importa agora que em cada museu se proceda ao “refrescamento” da museografia para que “melhor corresponda às expectativas cada vez mais exigentes dos públicos, quer locais, quer externos”.

Avelino Meneses realçou ainda que, com a exposição agora inaugurada, o Museu Carlos Machado utiliza o seu próprio espólio, que inclui as “melhores peças” da autoria de Canto da Maia e que recentemente foi enriquecido com mais aquisições à família do escultor por parte da Região, no valor de 150 mil euros.

A exposição, comissariada por Sílvia Massa, está organizada em 10 núcleos temáticos e pode ser visitada no Núcleo de Santa Bárbara do Museu Carlos Machado.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO