Governo dos Açores já investiu cerca de 2 ME nesta legislatura em miradouros e zonas adjacentes às estradas regionais, revela Ana Cunha

0
5
DR

A Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas revelou hoje que o Governo dos Açores investiu em todo o arquipélago, desde o início desta legislatura, cerca de dois milhões de euros na criação e reabilitação de miradouros e zonas adjacentes às estradas regionais.

Para Ana Cunha, este “é um valor bastante significativo e que dá nota da importância que se atribui aos locais de visitação e de contemplação, não só para os residentes, mas também para os turistas que visitam” os Açores.

A Secretária Regional falava na cerimónia de apresentação do projeto do Miradouro do Escalvado, em São Miguel, um espaço que será reabilitado e valorizado, através de um investimento de cerca de 250 mil euros, que implicará também a melhoria das acessibilidades e de estacionamento.

Ana Cunha adiantou que o início da obra “está para breve”, salientando que “o objetivo é que esteja pronto, ou que esteja já em condições de visitação normal, no próximo verão”.

Após a intervenção, o Miradouro do Escalvado passará a dispor de instalações sanitárias e estacionamento com capacidade para quatro veículos de transporte coletivo até 12 metros e 21 lugares para veículos ligeiros, sendo dois destinado a pessoas de mobilidade condicionada e outros dois reservados a vendedores ambulantes.

A área de intervenção totaliza 1.300 metros quadrados, incluindo o miradouro, de 160 metros quadrados, que terá uma estrutura suspensa.

Situado numa localidade em que a atividade baleeira assumiu importância substancial, o projeto prevê uma intervenção que define a natureza como o elemento principal, cabendo à arquitetura um papel secundário.

Assim, este princípio materializou-se pelo menor impacto possível sobre o terreno, procurando-se complementar a paisagem e não a transformar.

Integrado num percurso de contemplação da paisagem, surge a temática da ‘Vigia’ de caráter histórico junto ao miradouro.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO