Governo Regional e ARRISCA debatem reforço da qualidade no tratamento das dependências

0
30
DR

A Secretária Regional da Saúde afirmou hoje, em Ponta Delgada, que a ARRISCA – Associação Regional de Reabilitação e Integração Sociocultural dos Açores é um “parceiro fundamental” na área da prevenção, do tratamento e da reabilitação das dependências.

Teresa Machado Luciano, que falava no final de uma reunião com a Direção da associação destinada a fazer um balanço de 2019 e debater as prioridades para este ano, salientou que, conforme demonstra um estudo recentemente divulgado sobre comportamentos aditivos na Região, “temos de pensar global, mas agir local, isto é, territorialmente”, continuando a implementação das 10 medidas preconizadas para as nove ilhas do arquipélago.

A proposta de acordo de cooperação para 2020 com a ARRISCA visa dar continuidade aos projetos desenvolvidos nos últimos anos nas áreas de tratamento, redução de danos e reinserção, em articulação com o Plano de Ação Regional de Prevenção e Intervenção em Comportamentos Aditivos e Dependências 2017-2020.

Nesta reunião, que contou também com a participação da Diretora Regional de Prevenção e Combate às Dependências, Suzete Frias, a titular da pasta da Saúde destacou a eficácia que a ARRISCA tem vindo a demonstrar na área do tratamento das dependências, bem como as ações de monitorização e acompanhamento levadas a cabo pela Direção Regional.

O Governo dos Açores tem vindo a contratualizar com a ARRISCA o programa Livre de Drogas, que assegura consultas e acompanhamento pós-tratamento, o programa de substituição opiácea, o Centro de Dia para desenvolvimento de atividades e monitorização, e a ‘Pill Post’, a equipa de apoio domiciliário em cuidados continuados e integrados em saúde mental e promoção da saúde e estilos de vida saudável e prevenção de comportamentos de risco.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO