Grupo Parlamentar do PS/Açores defende manutenção do programa “Viver os Açores” para reduzir impactos económicos da pandemia

0
25
DR/PS
DR/PS

O Grupo Parlamentar do PS/Açores destaca os resultados positivos do programa “Viver os Açores”, implementado na legislatura anterior como forma de reduzir os impactos da pandemia no setor do turismo, e considera que “os empresários do setor devem ser informados sobre se o novo executivo pretende dar continuidade à medida ou suspendê-la”.

O deputado José Ávila realça que a iniciativa implementada em junho do ano passado, “foi criada com o objetivo de promover o turismo interilhas através de apoios financeiros aos residentes, para a aquisição de serviços de transporte, alojamento, alimentação, atividades turísticas, aluguer de viatura e as respetivas despesas de reserva”.

Tendo em conta o “enorme contributo” que a medida deu “ao setor do turismo dos Açores – um dos mais afetados pela pandemia provocada pelo novo coronavírus Covid-19” e que teve “benefícios visíveis para a economia das ilhas”, o deputado do PS/Açores considera que, “caso as condições sanitárias o permitam”, o mesmo deve ser valorizado.

José Ávila recorda que “a retoma do turismo ainda demorará algum tempo” que se deve responder às expetativas dos empresários Açorianos que, também, “têm feito um esforço para tornar os Açores num destino seguro”. Nesse sentido, e tendo em conta que o programa terminará a 31 de março de 2021, os deputados socialistas entregaram um requerimento na Assembleia Legislativa dos Açores a solicitar esclarecimentos sobre a manutenção do Programa “Viver os Açores”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO