Ilhas abertas ou ilhas fechadas?

0
38
Aurora Ribeiro
Aurora Ribeiro

Por: Aurora Ribeiro

Aproveito a ocasião das próximas eleições autárquicas para refletir sobre o papel dos cidadãos estrangeiros na construção do presente e do futuro dos Açores. A população estrangeira com estatuto legal de residente na região tem vindo a aumentar nos últimos anos. Fazem parte deste número crescente cidadãos oriundos de todos os continentes, pessoas com os mais diversos percursos e projetos de vida. Por detrás das razões para escolher os Açores como lugar de residência podemos encontrar motivações tão variadas como a procura de uma vida economicamente mais confortável ou a necessidade de abrandar o ritmo de vida acelerado que tinham noutros lugares.
Assim como os açorianos o fizeram em todas as paragens para onde emigraram ao longo de décadas, qualquer um destes indivíduos representa um potencial transformador das sociedades em que se inserem, pois aquilo que experienciaram nos sítios onde já viveram acresce ao conhecimento dos que já cá estão e possibilita novas abordagens e soluções para os problemas locais.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO