Incêndios e culpas

0
11
TI
TI

1. A cada verão que se aproxima ou a cada altura em que se anunciam temperaturas mais altas, cresce a angústia e, mesmo, o terror dos incêndios, sobretudo nas desprotegidas pessoas que teimam em viver no interior agrícola do país.
Compreendo e partilho a aflição de populações que sentem e vivem uma comunhão profunda com a terra e com a natureza. E admiro a sua opção em ficar, a sua tenacidade, a sua capacidade de trabalho e de sacrifício, a sua teimosa persistência em recomeçar a cada calamidade.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO