Iniciativa Liberal propõe alívio fiscal radical.

0
183

O partido Iniciativa Liberal, que concorre pela primeira vez às Eleições
Regionais dos Açores, realizou a sua primeira acção de pré-campanha com uma visita
à Feira do Gado da Ilha Terceira, no passado domingo dia 20 de setembro.
A Iniciativa Liberal visitou a Feira do Gado, representada pelos candidatos do topo da
lista da Ilha Terceira, acompanhados por outros membros e simpatizantes.
Em conversas com os populares, o cabeça de lista pela Terceira afirmou o seguinte: “A
maioria das pessoas que aqui estão pertencem a uma geração que trabalhou uma vida
inteira para dar um futuro melhor aos seus filhos. Infelizmente, os filhos destas
pessoas, que entraram no mercado de trabalho a partir de 2000 e formaram família,
não sabem até hoje, em 2020, o que é ver um salário a aumentar, o que é ver um
investimento a dar frutos, o que é subir na vida pelo seu próprio trabalho. E o pior é
que a minha geração nem terá sequer a oportunidade de formar família nesta terra,
como se vê pelo desemprego jovem de 32,7% em 2018. ” O Candidato arrematou que
“ Podem contar com a Iniciativa Liberal para denunciar os gastos do Governo
Regional na subsidiação do Setor Público Empresarial. São milhões de euros para as
empresas inviáveis que representam um esforço muito grande para as nossas famílias
e empresas e são um travão à criação de emprego, por via da carga fiscal e dos juros
da dívida. Já Zeca Afonso dizia, “eles comem tudo e não deixam nada””.
“Em alternativa, vamos propor um “alívio fiscal radical” ao limite do que a lei das
finanças regionais permite. Baixar impostos é a nossa única forma de fixar os
melhores talentos na região, não penalizar aumentos salariais e, além disso, meter a
economia a crescer por si própria, acabando o estado por arrecadar mais em
impostos. Esta é uma medida que já funcionou em países e regiões com pouca
população, menos recursos naturais do que nós e que há 20 anos eram bem mais
pobres, tais como a Estónia, a República Checa e a Eslováquia. Hoje, já nos
ultrapassaram no salário médio dos seus trabalhadores.”
Mais à frente, noutro grupo de conversa, Orlando Fontes, diretor de operações
portuárias e o número 2 da lista da IL pela Terceira, afirmou o seguinte: “Esta Feira é
um exemplo da iniciativa das pessoas. Temos idosos que procuram ter um
complemento para as suas reformas, famílias que procuram um rendimento extra.
Enfim, é a iniciativa privada a funcionar, neste caso para complementar as baixas
reformas e salários. A Iniciativa Liberal defenderá a simplificação fiscal e menos burocracias. Quem trabalha deve ser reconhecido pelo esforço e dignidade da sua
atividade. Em vez desse reconhecimento arranjam-se sempre mais taxas e taxinhas que
desencorajam quem quer viver de forma honesta e digna.”
O candidato da Vila das Lajes e segundo da lista concluiu a visita afirmando que “as
pessoas que produzem frutas e legumes para aqui serem vendidas tiram um maior
rendimento da terra do que se esta estivesse a ser usada para pastoreio. Contribuem
de facto para que haja mais concorrência e autossuficiência alimentar, fazendo com
que o dinheiro fique cá. São de facto criadoras de riqueza e imaginem o que seria se
estas atividades tivessem a mesma proporção de subsídios que a pecuária. Poderíamos
ser mais autossuficientes.”
Sobre

 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO