Igor Mendes (Classe T1) e Marco Azevedo (Classe T) vencem primeira prova “24 Horas de TT” do CAF

0
64
DR- Bernardo Bulcão

A dupla Igor Mendes e Bruno Gonçalves, em Toyota Land Cruiser, foram os grandes vencedores, na Classe T1, da primeira prova “24 Horas de TT”, realizada no passado fim-de-semana, numa organização da Secção de TT do CAF – Clube Automóvel do Faial.

DR- Bernardo Bulcão

A equipa do Land Cruiser concluiu a prova, que decorreu durante todo o dia de sábado e que terminou já na madrugada de domingo, com menos de 1 hora de penalização, no total das cinco etapas que incluíam esta dura prova de navegação, a primeira do género realizada na ilha.

Em segundo lugar, também na Classe T1, ficaram João Costa e Carlos Martins, também em Toyota, com apenas mais 4 minutos de penalização que os vencedores, numa prova em que disputaram a liderança, taco a taco, com os primeiros classificados.

Em terceiro lugar, nesta primeira prova de “24 Horas de TT”, ficaram Marco Escobar e Pedro Bettencourt, em Nissan Patrol, com apenas mais meia hora de penalização no total dos cinco controles previstos neste passeio.

DR- Bernardo Bulcão

Na Classe T (Turística), os grandes vencedores foram Marco Azevedo e Viviana Azevedo, em Suzuki Samura, que concluíram a prova com apenas 25 minutos de penalização, num passeio onde os pilotos mais regulares acabam por ser premiados.

Os segundos classificados foram os irmãos Dias (Cláudio e Leandro Dias), em Suzuki, com apenas mais 11 minutos de penalização que os vencedores da Classe Turística.

O pódio da Classe T ficou completo com João Nunes e Flávio Pereira, em Toyota, a apenas 8 minutos dos irmãos Dias.

 

DR- Bernardo Bulcão

A primeira prova de “24 horas de TT” contou com a participação de 36 equipas concorrentes, das ilhas Faial, Pico, São Jorge e Terceira, e incluía, além da prova de navegação, uma prova de trial, que decorreu no Largo Duque D’Ávila e Bolama, em frente à Câmara Municipal da Horta.

Apesar do muito público presente na prova de trial, a chuva não permitiu que os pilotos inscritos na prova de obstáculos pudessem concluir o percurso em segurança, por falta de aderência do piso, que se encontrava demasiado escorregadio.

No final da prova, Luís Costa, presidente da Direção do CAF, realçou o esforço e dedicação de todos os elementos da organização, em especial de Olavo Silva, um dos responsáveis pela realização do evento, e prometeu que a prova terá continuidade no próximo ano.

DR- Bernardo Bulcão

O “24 Horas de TT” contou com o apoio do Governo dos Açores, da Câmara Municipal da Horta, da UrbHorta e da Portos dos Açores, e com o patrocínio da Super Bock, do Fayal Compra, do Bico Doce e dos Transportes Marcobritas.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO