João Ponte afirmou que investir na melhoria das infraestruturas é construir o futuro da agricultura

0
12
DR- Gacs

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas, João Ponte, afirmou hoje que investir na modernização e melhoria das infraestruturas agrícolas é construir e capacitar o futuro de um setor, que tem uma grande importância para o desenvolvimento económico dos Açores.

“Para o Governo dos Açores é sempre um momento importante este tipo de evento, porque no fundo estamos a construir o futuro da Agricultura, que tem grandes desafios pela frente, desde logo uma maior valorização das produções locais”, referiu João Ponte na cerimónia da assinatura do contrato da obra de beneficiação do Caminho Agrícola dos Peixotos, no Perímetro de Ordenamento Agrário (POA) da Zona Central de São Miguel.

Esta obra, da responsabilidade da IROA, S.A, representa um investimento de 305 mil euros, abrangendo cerca de 3 quilómetros, que vão beneficiar o acesso a 28 explorações agrícolas.

João Ponte destacou que o Governo dos Açores continuar empenhado e focado em investir em todas as ilhas, para no fundo dar melhores condições de trabalho a todos os agricultores.

O governante frisou, também, que ainda ontem autorizou a abertura de um concurso público para a aquisição e instalação de um equipamento de tecnologia de ponta no Laboratório Regional de Veterinária, um investimento superior a 300 mil euros, que será fundamental para a indústria, pois permitirá, entre outras coisas, efetuar a deteção de cloratos no leite.

Para João Ponte quer o investimento de ontem, quer este de hoje são dois bons exemplos da atenção que o Governo Regional continua a dar a um setor estratégico para o arquipélago.

“Investimentos como este que será feito no caminho agrícola dos Peixotos, contribuem para dar melhores condições de trabalho, reduzir custos nas explorações, melhorar a eficiência e, por isso mesmo, são fundamentais ao setor”, considerou o Secretário Regional da Agricultura e Florestas, acrescentando que também têm efeito ao nível da gestão das explorações e do rendimento dos agricultores.

O governante salientou que no caso das explorações leiteiras o rendimento está muito associado ao preço do leite pago ao produtor pelas indústrias, uma componente onde existe, como é público, grande instabilidade, daí ser fundamental aos agricultores terem outras possibilidades para conseguirem reduzir custos, como por exemplo os investimentos que o Governo tem vindo a fazer na modernização das infraestruturas agrícolas.

“Este contributo do Governo dos Açores é muito importante e vamos continuar a investir, quer nas acessibilidades, quer no abastecimento de água”, assegurou João Ponte, que espera, em breve, assinar o contrato de adjudicação do reforço do abastecimento de água, que vai beneficiar o Perímetro do Ordenamento Agrário da Zona Central da ilha de São Miguel.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO