JOVENS DO CDIJ TREVO VISITAM EDIFÍCIO PAÇOS DO CONCELHO DE LAGOA PARA UMA CIDADANIA MAIS ATIVA

0
12
DR

Um grupo de jovens do Centro de Desenvolvimento e Inclusão Juvenil (CDIJ) – TREVO, da Casa do Povo de Água de Pau, através da Associação Centro de Estudos de Economia Solidária do Atlântico (ACEESA), visitou, esta manhã, o edifício Paços do Concelho de Lagoa. A vereadora da área da Educação e Cultura, Albertina Oliveira, recebeu os jovens, realizando uma visita guiada a todos os serviços da Câmara Municipal.

Os jovens puderam conhecer as instalações e funcionamento dos serviços situados no edifício Paços do Concelho. Em cada gabinete, foi-lhes dada uma explicação do trabalho
realizado, nas diversas áreas a cargo da Câmara Municipal. Visitaram, de seguida, o Gabinete de Ação Social, onde ficaram a par de vários serviços prestados nessa área, como o Cartão Lagoa mais Saúde, que apoia idosos e pessoas com deficiência do concelho, os apoios à habitação degradada e habitação social, fundo de emergência social e banco local de voluntariado.

O grupo do CDIJ – TREVO teve, ainda, a oportunidade de visitar a exposição permanente “Umolhar sobre a coleção da Câmara Municipal de Lagoa”, patente na Casa da Cultura Carlos César, assim como a exposição temporária da vida e obra do Padre João Caetano Flores. Além disso, visitaram gabinetes afetos ao edifício, nomeadamente Cultura, Design e Comunicação e Ambiente.

A ACEESA é a entidade responsável pela operacionalização do projeto de “Oficinas de Cidadania para a Inclusão Social”, do Orçamento Participativo de 2018, que teve como objetivo abrir um leque de possibilidades que permita melhorar competências na promoção e na reflexão para a tomada de consciência dos jovens. Desta forma, a instituição convidou vários grupos de jovens a visitar autarquias de todos os concelhos da ilha de São Miguel, nomeadamente Ponta Delgada, Lagoa, Vila Franca do Campo; Povoação, Nordeste e Ribeira Grande.

De acordo com a responsável da ACEESA, Catarina Borges, esta ação pretende não
só “incutir atitudes baseadas no conhecimento e no fomento da cultura geral de cidadania, paramelhor perceção dos direitos e deveres dos/as cidadãos/ãs, como também incentivar a participação ativa dos/as cidadãos/ãs em todas as áreas de intervenção”.

Deste modo, a associação convidou um grupo selecionado de jovens adolescentes, alunos da Escola Secundária de Lagoa e integrados no projeto TREVO, da Casa do Povo de Água de Pau, a realizar uma visita de estudo aos Paços do Concelho de Lagoa, a fim de conhecerem e perceberem as funções de uma Câmara Municipal e sentirem-se parte integrante da ação «Cidadãos Mais Ativos».

De referir que, o Centro de Desenvolvimento e Inclusão Juvenil (CDIJ) – TREVO detém,
atualmente, 32 jovens integrados em formação de ensino vocacional e em estabilização com o propósito de se reintegrarem no espaço escolar, promovendo, também, uma intervenção psicossocial, bem como a sua envolvência na comunidade e melhor intervenção e articulação com a família.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO