JSD/Faial reúne com os Agrupamentos de Escuteiros do CNE da Ilha do Faial e com a 1ª Companhia da Horta da AGP

0
40
blank

No passado dia 23 de fevereiro decorreu na Sede do PSD/Faial, na cidade da Horta, uma reunião da Juventude Social Democrata Faialense com os Agrupamentos de Escuteiros do CNE na ilha do Faial e com a 1ª Companhia da Horta da AGP.

A reunião tinha por objetivo conhecer a atividade desenvolvida pelos mesmos e as suas preocupações, aproveitando a ocasião do dia 22 de fevereiro – Dia do Pensamento e Dia do seu Fundador, Baden Powell, para os reconhecer – para a Presidente da JSD/Faial, Bianca Azevedo “é, de facto, notável e de reconhecimento merecido o trabalho que os Agrupamentos de Escuteiros do CNE na ilha do Faial e que 1ª Companhia da Horta da AGP desenvolve junto de tantos jovens faialenses”.

Os presentes apresentaram as suas dificuldades, que se prendiam essencialmente com os constrangimentos que a pandemia lhes causou e que ainda se refletem neste período de retoma. Ademais, a maioria dos Chefes mostrou haver problemas em termos de terem um local/sede com condições para se darem as reuniões semanais.

Além disso, apesar de todos terem conseguido manter-se sempre em atividade com uma composição que ronda os 40-60 elementos, em alguns casos tem existido uma quebra no número de elementos nas secções “dos 6-10 anos” e “a partir dos 17 anos”, atribuindo-se em parte responsabilidade à diminuição da natalidade nos últimos anos e ao facto de muitos jovens não regressarem à ilha mesmo depois de terminarem os seus estudos.

Neste seguimento, a JSD/Faial defende políticas que visem o aumento da natalidade e o aumento do emprego – “Uma governação municipal, mas também regional de uma perspetiva futurista que crie oportunidades e condições atrativas para os jovens faialenses regressarem, assim como que incentivem outros a se instalarem na ilha, são essenciais para o desenvolvimento do Faial”

A Presidente da JSD/Faial afirmou ainda: “queremos estar junto dos jovens faialenses e junto das associações que tantos jovens integram para podermos perceber quais são as suas dificuldades, preocupações e interesses e os podermos ajudar a reivindicá-los”.
A JSD/Faial assegura que esta foi apenas uma primeira iniciativa de aproximação às associações faialenses ligadas à juventude.