Lara Martinho questionou Ministro sobre novo projeto NATO nos Açores

0
17
DR

A deputada socialista à Assembleia da República, Lara Martinho, questionou o Ministro da Defesa Nacional sobre a implementação de projetos internacionais nos Açores, recordando, na ocasião, que dois desses projetos já se encontram em desenvolvimento.

Referindo-se à instalação do Centro Nacional de Operações de Vigilância e Rastreamento Espacial, que representa “um importante instrumento na afirmação da estratégia nacional e europeia do espaço”, a parlamentar questionou sobre o seu ponto de situação.

Nessa matéria, João Gomes Cravinho afirmou que o sistema de monitorização do chamado lixo espacial, o Space Surveillance and Tracking (SST) está a avançar, ajudando também a consolidar os Açores como um local que pode vir a ter uma indústria de espaço: “Nós olhamos para o SST não como um simples projeto, mas como algo de embrião de uma constelação maior de indústrias e empresas que poderão vir a assentar nos Açores e/ou em Portugal explorando as oportunidades do espaço. E, a esse respeito, os Açores tem uma localização que é única e que nos oferece de facto oportunidades que outros países, particularmente europeus, não tem”.

De igual forma, e em matéria relacionada com o projeto internacional do Atlantic Center, que reforça “a nossa posição atlântica e permite-nos capitalizar a nossa experiência em matéria de capacitação no domínio da segurança do flanco sul e abrir novas perspetivas no âmbito da segurança marítima, do conhecimento do ambiente e dos oceanos”, a vice-presidente da bancada do GPPS solicitou informações ao Ministro sobre os  desenvolvimentos relacionados com o projeto, nomeadamente ao nível das obras no edifício onde o mesmo ficará instalado.

Sublinhando o adiamento da primeira ação de formação prevista para a primeira semana de maio, por força do surto provocado pela COVID-19, o Ministro sublinhou a valorização da ação de forma presencial, estando agora a apontar para outubro ou novembro, acrescentando ainda a necessidade de se “ver como se desenvolve a pandemia e a capacidade que nós temos, nessa altura, para fazer o curso”. Este primeiro curso antecederá a apresentação oficial a acontecer durante a presidência portuguesa da União Europeia, no primeiro semestre de 2021.

Já em relação à aprovação pelo NATO Security Investment Programme de sete projetos a realizar em Portugal, em que um deles será em Ponta Delgada, Lara Martinho quis que o Ministro especificasse em que consiste este Programa da NATO e, em particular, em que consiste o projeto previsto para Ponta Delgada, sendo que o Ministro afirmou tratar-se da reabilitação do Cais que “passa por uma Resolução do Conselho de Ministros para autorizar o investimento de 13 milhões de euros, que vem dos fundos da NATO, mas que precisa de um investimento português, sendo depois reembolsado”, afirmou na ocasião.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO