“Líder do PS pede desculpa aos faialenses”

0
87
TI
TI

1.Estaremos a pedir o que não foi prometido?

O título de uma notícia do jornal Incentivo de 6 de outubro de 2004, ou seja, uma notícia com 15 anos, serve de mote – e de título também – ao artigo de hoje. A seguir explico porquê.
No calor da luta pelo desenvolvimento do Faial no contexto do desenvolvimento harmónico das ilhas dos Açores, pode-se correr o risco de pedir o impensável, de “querer mais do que temos direito”, como já ouvi apontar e que me causou verdadeira estupefação, ou até de cobrar o que nunca foi prometido.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO