Lília Almeida, Carlos Pessoa e Thales Camargo vencem Prémio de Jornalismo Comunidades

0
23

Os jornalistas Lília Almeida, Carlos João Gomes do Amaral Pessoa e Thales Trench de Camargo são os vencedores da segunda edição do Prémio de Jornalismo Comunidades, lançado no início do ano numa iniciativa do Governo dos Açores, através da Direcção Regional das Comunidades.

Esta iniciativa tinha como objectivos principais promover um conhecimento mais aprofundado da cultura açoriana no estrangeiro, promover o respeito pelos valores da interculturalidade e da integração das comunidades imigrantes na sociedade açoriana, através de produções jornalísticas, contribuindo para uma maior divulgação dos Açores.

O prémio a concurso dividia-se em várias categorias. Na categoria Comunidades Açorianas, venceu o candidato Thales Trench de Camargo, residente no Brasil, que apresentou o trabalho “Um pedacinho dos Açores perdido no Mar”, um programa sobre o povoamento açoriano em Florianópolis. Na categoria Açores Imigrante, a vencedora foi Lília Silva Almeida, residente nos Açores, com o trabalho “Sou daqui e de lá”, transmitido pela rádio Antena 1/Açores. Carlos João Gomes do Amaral Pessoa, residente em Lisboa, com o trabalho “As Bermudas já não querem os açorianos” venceu a categoria Açores Emigrante.

Estes trabalhos foram avaliados por um júri composto por jornalistas do Açoriano Oriental, da RTP/RDP Açores. Na base da avaliação estavam critérios como a originalidade, inovação, criatividade, pesquisa, correcção formal, impacto na sociedade e benefício público.

 

 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO