Madalena Realiza Simulacros em Todo o Concelho

0
21

Incêndios, inundações, derrocadas, resgates no mar, acidentes de viação. Cenários sangrentos, com múltiplas vítimas, em todas as freguesias do Concelho, testaram a capacidade de resposta conjunta e integrada da Comissão Municipal de Proteção Civil, numa ação dinamizada pela autarquia com o intuito de promover a cultura de prevenção de risco, em prol da segurança de todos os munícipes.

O Município da Madalena realizou, esta segunda-feira, seis exercícios de simulacro, um por freguesia, testando a prontidão e a operacionalidade da Comissão Municipal de Proteção Civil (CMPC).

Com o intuito de aperfeiçoar os procedimentos no socorro às vítimas, o teatro de operações foi montado nos Paços do Concelho, respondendo às seis ocorrências registadas: chuvas intensas com inundações, em São Caetano; derrocada com vítimas soterradas, nos Biscoitos, na Candelária; transbordo de uma ribeira em São Mateus. Por sua vez, na Criação Velha as equipas de socorro tentavam controlar um incêndio na Casa do Povo; na Madalena prestavam apoio a um acidente de viação com uma carrinha de nove lugares caída ao mar, enquanto nas Bandeiras, duas vítimas haviam igualmente sido levadas pela forte ondulação que se fazia sentir, no Cais do Mourato.

Num cenário em que as catástrofes iam-se sucedendo, em catadupa, as operações foram sempre coordenadas pelo Posto de Comando Operacional, em parceria com as Juntas de Freguesia, e as restantes entidades representadas na Comissão, como os Bombeiros Voluntários da Madalena, a Unidade de Saúde da Ilha do Pico, a Delegação da Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas, o Corpo Nacional de Escutas, os Serviços Florestais, a Capitania do Porto da Horta, o GNR e a PSP, liderados pelo Presidente da Câmara Municipal, dirigente máximo da proteção civil local.

No final do exercício, foi realizado um briefing de avaliação, analisando a capacidade de resposta interoperacional nas operações de proteção, socorro e gestão de emergência, com o objetivo de melhorar continuamente estes itens, em prol da salvaguarda das pessoas e bens de todo o Concelho.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO