Mais de 13 mil certificados energéticos de edifícios emitidos nos Açores

0
19
DR/GACS
DR/GACS

A Diretora Regional da Energia revelou que, desde a entrada em vigor do Sistema de Certificação Energética de Edifícios dos Açores (SCE Açores), em 2016, já foram emitidos mais de 13 mil certificados energéticos no arquipélago através desta “importante ferramenta que possibilita que os Açorianos valorizem e melhorem o desempenho energético dos seus imóveis, aumentando o nível de conforto e reduzindo custos com a fatura energética”.

O SCE Açores, gerido e fiscalizado pela Direção Regional da Energia, é um instrumento que permite “avaliar e validar o uso da energia dos edifícios, fornecendo uma descrição das medidas de melhoria que podem ser implementadas, permitindo que sejam alcançados elevados padrões de eficiência energética”, salientou Andreia Carreiro.

Cerca de 90% destes certificados referem-se a edifícios de habitação, enquanto cerca de 9% dizem respeito a pequenos edifícios de comércio e serviços e cerca de 1% a grandes edifícios de comércio e serviços.

Do total, cerca de 8.000 foram emitidos na ilha de São Miguel, seguindo-se a Terceira, com cerca de 2.600, e o Pico, com mais de 870.

Cerca de 10% destes certificados correspondem às classes energéticas A+ e A e cerca de 30% às classes B e B-.

Andreia Carreiro assegurou que o Governo dos Açores “continuará a priorizar a promoção da eficiência energética dos edifícios regionais através da disseminação deste sistema de certificação, bem como através da realização de ações de formação e capacitação destinadas aos Peritos Qualificados”, técnicos responsáveis pela avaliação energética dos edifícios e respetiva emissão de certificado, de modo a reforçar e atualizar as suas competências, “proporcionando a execução de um trabalho de excelência nesta matéria no arquipélago”.

“Prosseguiremos com o trabalho que temos vindo a desenvolver junto dos diversos setores e dos cidadãos, sensibilizando para a importância da opção por soluções de construção sustentáveis e energeticamente eficientes nas nossas ilhas, tendo a certeza que estas proporcionam aos Açorianos benefícios em termos de redução de custos com energia e de melhoria das condições de conforto acústico e térmico, ao mesmo tempo que se evitam diversos problemas, como os que surgem relacionados com a humidade, tão caraterística na nossa Região”, afirmou a Diretora Regional.

Andreia Carreiro falava, no Corvo, onde entregou um Certificado Energético ao Lar de Idosos da Santa Casa da Misericórdia, no âmbito do Programa de Eficiência Energética nas Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), que visa promover a eficiência energética nestas instituições e, consequentemente, reduzir os seus encargos financeiros e a sua pegada ecológica.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO