Núcleo de Arte Sacra inaugura a mostra temporária “As Pegadas são Pontes”

0
17
DR/GACS
DR/GACS

A Secretaria Regional da Cultura, da Ciência e Transição Digital, através da Direção Regional da Cultura e do Museu Carlos Machado, promove, a partir do próximo sábado, dia 17 de abril, a exposição temporária “As Pegadas são Pontes”, de André Almeida e Sousa, no Núcleo de Arte Sacra, na antiga Igreja do Colégio, em Ponta Delgada.

A exposição, que conta com curadoria de João Silvério, vai dar a conhecer 25 obras do artista criadas entre 2013 e 2019 e pode ser visitada de terça-feira a domingo, entre as 10h00 e as 17h30, até ao dia 31 de agosto.

É de referir que André Almeida e Sousa é natural de São Miguel mas reside em Lisboa, onde vive e trabalha.

João Silvério refere que o artista “tem desenvolvido o seu trabalho construindo pinturas, desenhos e objetos sob formas, composições e relações muito diversas”. Diz, ainda, que “os desenhos, em painéis modulares de apreciável dimensão e detalhe, ou em folhas de formato médio, transitam entre a transparência de planos e uma densidade sedimentada e profunda revelada através de uma expressão introspetiva e codificada existente numa questão permanente que o artista coloca a si mesmo”.

João Silvério é curador de arte e tutor no projeto RAMA Residências para Artistas, Maceira, Portugal.

A Direção Regional da Cultura informa que estes e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal Cultura Açores, no seguinte endereço eletrónico: www.culturacores.azores.gov.pt.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO