Número de Açorianos empregados é o mais elevado desde que existem estatísticas

0
18
blank
DR

O Vice-Presidente do Governo destacou, em Angra do Heroísmo, os dados hoje revelados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), onde se verifica que os números do emprego são os melhores que se registaram nos últimos 34 anos nos Açores.

“Em 34 anos, desde que há séries estatísticas do emprego, nunca houve tantos Açorianos empregados como atualmente e nunca houve, nesse mesmo período, tantas pessoas a entrar no mercado de trabalho”, salientou Sérgio Ávila, acrescentando que o “número de desempregados é também o mais baixo desde a atual serie estatística, desde 2011”.

“Os dados hoje revelados demonstram que o nível de emprego nos Açores atingiu 116.373 Açorianos empregados, sendo o número mais elevado desde que há estatísticas, ou seja, é o maior número de empregados desde há 34 anos”, referiu.

Sérgio Ávila adiantou que os Açores têm mais 5.700 empregados do que no início deste ano, mais 8.442 empregados do que no início desta legislatura, há três anos, e que, só nos últimos 12 meses, foi possível criar mais 3.400 novos postos de trabalho.

Para além deste aumento muito significativo do emprego, o Vice-Presidente registou ainda a melhoria da qualidade do emprego.

“De acordo com os dados hoje revelados, 77% dos empregados por conta de outrem já são contratos sem termo, ou seja, já estão nos quadros, o que representa um aumento de 6,4% face ao valor de há um ano atrás”, frisou.

Por outro lado, sublinhou que “o crescimento do emprego regista-se transversalmente em todos os setores de atividade, sendo de destacar o crescimento do emprego no setor primário e, particularmente, no setor secundário, o que, ao contrário do que podia parecer, demonstra que o setor terciário é aquele que mantém o nível de emprego estável, com menor nível de crescimento”.

O responsável pela pasta do Emprego salientou ainda que o desemprego é o mais baixo desde a atual série estatística de 2011, o que significa que o número de desempregados baixou para 9.199 Açorianos, o que representa menos 3.758 Açorianos desempregados do que no início desta legislatura.

“Regista-se também uma grande redução da taxa de desemprego jovem no último ano, menos 7,7 pontos percentuais do que se verificava há um ano”, disse.

Em consequência destes resultados, o Vice-Presidente referiu que a taxa de desemprego baixou para 7,3%, sendo a mais baixa desde 2011.

“A redução no último ano da taxa de desemprego nos Açores foi superior à que se verificou no conjunto do país, quer face há um ano atrás, quer em relação ao trimestre anterior, o que quer dizer que a redução da taxa de desemprego nos Açores foi mais acentuada que a média nacional”, afirmou.

“A população ativa cresceu nos últimos três anos, mais de 5.000 Açorianos que entraram no mercado de trabalho e, só no último ano, foram mais de 1.874 Açorianos que entraram no mercado de trabalho”, acrescentou Sérgio Ávila.

“Isto faz com que, por exemplo, hoje tenhamos 116.370 Açorianos empregados, mais do que tínhamos, por exemplo, quando a taxa de desemprego era de apenas de 3,9% no segundo trimestre de 2007”, disse.

“Hoje temos mais 8.700 Açorianos empregados do que tínhamos quando a taxa de desemprego era de 3,9%, o que demonstra bem que há capacidade de absorver os Açorianos que entram no mercado de trabalho e isso deve-se, em parte, ao aumento significativo e constante da taxa de atividade feminina, que é a mais alta de sempre, com 46%”, frisou o Vice-Presidente.

Para Sérgio Ávila, os dados hoje revelados pelo INE indicam que, só este ano, “os Açores criaram, em termos líquidos, mais 5.700 novos empregos, que conseguiram absorver os mais 4.600 Açorianos que integraram, só este ano, o mercado de trabalho e, além disso, ainda reduzir em mais 1.110 o número de desempregos, que é o mais baixo da atual série estatística”.

“Estes dados revelam que estamos a conseguir cumprir os nossos objetivos, criar mais emprego, mais estável, reduzir o emprego jovem e criar um crescimento do emprego transversal a todos os setores de atividade, o que é uma enorme satisfação para o Governo dos Açores”, afirmou o Vice-Presidente.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!