Secretário Regional do Ambiente quer soluções eficientes para a gestão dos resíduos de S. Miguel

0
24
DR/GACS
DR/GACS

O Secretário Regional do Ambiente e Alterações Climáticas garantiu, em Ponta Delgada, que para o Governo Regional é importante encontrar soluções eficientes na gestão dos resíduos em S. Miguel, defendendo que se deve “proceder a novos estudos de viabilidade técnico-financeira”.

Alonso Miguel, que falava após uma reunião com a direção da Associação de Municípios da Ilha de São Miguel (AMISM), considerou que “na realidade, existe um problema grave ao nível de gestão de resíduos na ilha de S. Miguel”, acrescentando que “há que encontrar soluções rápidas para esse problema”.

O titular da pasta do Ambiente adiantou que, no entender da AMISM, a “solução deve passar pela construção de uma central de valorização associada ao tratamento mecânico biológico, o que levaria a uma gestão eficiente dos resíduos”.

Nesse sentido, o governante destacou que o importante para o Executivo açoriano é “garantir que seja encontrada uma solução eficiente para a gestão dos resíduos, em que todas as metas, nomeadamente de reciclagem, sejam cumpridas, e em que seja respeitada a hierarquia da sua gestão”.

Alonso Miguel anunciou ainda que o Governo Regional já avançou com um processo de revisão do Plano Estratégico de Prevenção de Gestão de Resíduos dos Açores e do respetivo regime jurídico, “que aliás, já deveria ter sido revisto em março do ano passado”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO