Número de atletas federados em queda

0
37
blank

Dados da Direção Regional de Desporto, divulgados este mês, mostram que o número de praticantes federados e o número de modalidades diminuiu em 2020, quer na região quer no Faial. Pandemia pode ser justificação.

Foram 1.435 os atletas federados faialenses que ao longo de 2020 se envolveram em 19
modalidades desportivas. Ao todo foram menos 177 que em 2019, ou seja 33,5% do total da quebra regional, e menos quatro modalidades praticadas. De um ano para o outro deixou-se de ver por cá, em termos federados, futsal, jetski, pesca desportiva em alto mar e motociclismo. Do total de inscritos, 69,55% eram do género masculino e 30,45% do feminino.

No total regional foram 22.287 os atletas inscritos no ano passado, menos 529 que em 2019. Segundo nota de imprensa da Direção Regional do Desporto (DRD) a quebra “deveu-se essencialmente ao período pandémico que se iniciou no primeiro terço de 2020 e que
impossibilitou o normal desenvolvimento da atividade desportiva nos Açores”.

Mesmo sem pandemia queda no Faial tem sido constante

Os indicadores apresentados pela DRD em termos da Demografia Federada nos Açores
mostram que desde 2016 que o número de atletas tem vindo a diminuir no Faial. Nos últimos cinco anos em análise o Faial perdeu 440 atletas, passando de 1.875 para 1.345. Mesmo sem a pandemia da Covid19, em 2019 eram menos 263 que em 2016.

O número máximo de atletas federados no Faial foi atingido em 2013, quando 2.018 homens e mulheres se envolveram nalguma modalidade desportiva.

No que respeita aos Açores no seu todo, o ano com número recorde de inscritos, desde 2005, foi 2012, quando 23.698 pessoas praticaram alguma modalidade federada. Nos últimos cinco anos os números oscilaram. Em 2017 foram mais 228 que em 2016, no ano seguinte perderam-se quase um milhar de atletas para em 2019 se recuperar e atingir os 22.816.

Futebol ainda é Rei

Observando a distribuição por modalidades, só a nível ilha, vê-se que 31,57% (453) dos
federados em 2020 jogavam futebol; 10,59% (152) basquetebol e 9,62% (138) voleibol. A
modalidades menos praticadas foram skyrunning, com um atleta apenas, e xadrez, com oito.

Entre géneros a distribuição varia de modalidade para modalidade. Por exemplo, dos 998
rapazes federados no ano passado 43,44% (434) jogava futebol. A 2.ª modalidade mais
praticada por eles foi o andebol com 8,5% dos atletas (85), e a 3.ª o Ténis, com 6,6% (66).

Quanto ao desporto no feminino o cenário é completamente diferente. Das 437 raparigas
faialenses federadas 107 jogavam basquetebol e 105 voleibol, 24,5% e 24% respetivamente. A 3.ª modalidade mais representada é a natação, com 56 federadas (12,8%).

Formação continua a dominar

No global regional, os escalões de formação aglomeraram em 2020 a maioria dos praticantes federados: 16.855 (75,63%). No Faial os praticantes de minis, infantis, iniciados, juvenis e juniores representam 72,2% do todo, ou seja 1036.

Do outro lado do jogo, no que a treinadores diz respeito, foram 66 aqueles no ativo no Faial no ano passado, o que equivale a 6,41% dos treinadores dos Açores. O futebol soma 19 dos timoneiros, o basquetebol nove e o voleibol sete.