Número total de passageiros desembarcados nos Açores aumentou 29% entre 2016 e 2019, afirma Ana Cunha

0
9
DR/GACS
DR/GACS

A Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas afirmou hoje, na Assembleia Legislativa, na Horta, que o Governo dos Açores nunca virou a cara aos desafios, enfrentando-os “um a um, de forma a resolver e ultrapassar cada um deles”.

Ana Cunha, que participava num debate num debate sobre transportes e acessibilidades, salientou que este Governo “sempre se tem comprometido a arranjar soluções, moldando-as às diferentes necessidades de cada uma das ilhas, pugnando pelo melhor serviço aos Açorianos”.

A titular da pasta dos Transportes sublinhou que, apesar dos acontecimentos imprevistos, nomeadamente o furacão Lorenzo e a pandemia de COVID-19, o Governo dos Açores não deixou para trás o que tinha planeado, “continuando a executar o Programa do Governo, também nas áreas dos transportes e acessibilidades”.

Ana Cunha salientou que, “entre 2016 e 2020, foram concluídos ou estão em curso, por exemplo, investimentos no montante global de praticamente 166 milhões de euros nos portos e aeroportos das ilhas” dos Açores.

A Secretária Regional lembrou, no entanto, que, “a acrescer a todo o investimento programado, o Governo dos Açores viu-se confrontado com os prejuízos causados pelo furacão Lorenzo e, de imediato, deu início ao trabalho necessário para repor o que foi destruído”, estando a decorrer os processos de investimento “de mais de 70 milhões de euros, sem contar, claro está, com a construção do novo Porto das Lajes das Flores”.

Ana Cunha afirmou ainda que “o trabalho desenvolvido na contínua evolução do modelo de transporte aéreo de e para os Açores tem também resultados práticos, inegáveis, indesmentíveis”, com o incremento contínuo do número de passageiros desembarcados na Região.

De 2016 a 2019, o número total de passageiros desembarcados nos Açores passou de 1,3 milhões para 1,7 milhões, ou seja, mais 384 mil passageiros desembarcados, correspondendo a um aumento de 29% nestes três anos.

No mesmo período, o número total de passageiros desembarcados nos voos territoriais, passou de 573 mil para 816 mil, ou seja, mais 242 mil passageiros, correspondendo a um aumento de 42% nestes três anos.

O número total de passageiros desembarcados nos voos internacionais passou de 155 mil para 178 mil, ou seja, mais 23 mil passageiros desembarcados, o que corresponde a um aumento de 15% nestes três anos.

Nos voos interilhas, de 2016 a 2019, o número total de passageiros desembarcados passou de 591 mil para cerca de 710 mil, ou seja, mais 118 mil passageiros desembarcados, o que corresponde a um aumento de 20% nestes três anos.

“Esta evolução não nasce espontaneamente. Resulta do trabalho realizado pelo Governo dos Açores e da recetividade com que os Açorianos acolheram e apostaram nas ações desenvolvidas”, afirmou a Secretária Regional.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO