O furacão LORENZO

0
39
blank

Através da televisão, temos vindo a dar conta dos enormes e avultados prejuízos causados pela fúria do furacão LORENZO.
Na realidade, nunca vimos aquela rua, frente ao Castelo de Porto Pim transformada em autêntica ribeira, arrastando tudo quanto encontrava e inundando as casas que lhe estão subjacentes.
É preciso ver para interiorizarmos a imensidão dos prejuízos e, até podemos afirmar, que não temos memória duma situação semelhante acontecer naquela localidade.
Porém, a Feteira, com a sua frente mar, que, igualmente, sofreu a destruição de casas e seus haveres.


Entretanto, neste caso da Feteira, recordamo-nos de situação semelhante, acontecida há muitas décadas, numa altura em que, ainda, vivíamos e trabalhávamos na Horta.
E, apesar de tamanha destruição e desconforto causado por este fenómeno, foi-nos possível observar, com inteiro agrado, situações de verdadeira fraternidade e simultaneamente de reconhecida gratidão.
Câmara e Juntas, bem como Serviços Regionais, desde logo, se puseram em ação, no sentido de avaliar toda a extensão dos estragos e, de pronto, iniciar intervenções urgentes, a fim de tornarem menos penosa, a vivência de todos quantos foram vítimas do Lorenzo.
Lamentamos que tenham sido molestados tantos moradores das localidades mais atingidas e reconhecemos que se torna cada vez menos aconselhável contruir muito perto de orla marítima, já que ficamos sujeitos a maior frequência de fenómenos semelhantes.

Outubro de 2019

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!