O poder do discurso

0
18
DR/TI
DR/TI

Acredito no sublime do poder das palavras escritas e ditas. Alguns oradores tiveram a capacidade – em momentos excecionais – de entusiasmar multidões e povos. Temos bons exemplos disso. Oradores como Winston Churchill, Abraham Lincoln, Manuel Azaña e Salvador Allende tiveram essa capacidade excecional. Ainda a têm, na medida em que alguns, como eu, continuam a inspirar-se nas suas técnicas discursivas e na grandeza dos seus ideais.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO