O vírus da indiferença

0
23
TI
TI

Por estes dias, e desde há algumas semanas, que a situação criada pelo designado COVID-19 domina as atenções mediáticas e o debate público pelas características da doença e pelo seu impacto global. O assunto merece, sem margem de dúvida, a atuação decidida das autoridades públicas – mas também de todas e todos nós – no sentido de debelar esta situação e evitar ao máximo o seu alastramento.
Mas há outros vírus, alguns que já se alastraram muitíssimo. O vírus da indiferença, infelizmente, já se alastrou por uma parte substancial da população europeia e atinge de forma intensa os seus líderes.
Essa indiferença constata-se pela reduzida atenção e preocupação mediática que a crise humanitária que se agudiza na Turquia e na Grécia merece. Por decisão do governo turco, a Turquia decidiu permitir a passagem para a Grécia – que antes barrava – dos refugiados sírios que se encontram no seu território. Quebra assim o infame acordo que assinou com a UE em 2016 e que, em linhas muito gerais, ditava que a UE paga à Turquia para conter o fluxo de refugiados a caminho da Europa.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO