O Voo do Cagarro: Desafio de Mobilidade Elétrica “Ucrânia”

0
12
blank
Frederico Cardigos site

No momento em que redijo estas linhas estou entre empregos. Felizmente, as coisas estão bem encaminhadas e é natural que tudo esteja resolvido em breve. A posição para que estou a concorrer fica a 220 quilómetros do sítio onde habito e isso irá exigir mobilidade acrescida. Ou seja, a minha bicicleta, apesar de espetacular, não será suficiente.

Comecei a estudar as diferentes possibilidades e, sendo ambientalista, concluí que o comboio será uma belíssima solução. No entanto, gostaria de ter uma alternativa de emergência, que pudesse usar a qualquer momento do dia ou da noite. Isso significa que terei de adquirir uma viatura e, claro, terei de optar por um carro elétrico. Agora, o problema é que o carro que eu quero não existe. Preciso de um automóvel com cerca de 500 quilómetros de autonomia real (por redundância e por causa do ar condicionado no Inverno), com baixo consumo, seguro, minimamente confortável e barato. Não há.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura