O Voo do Cagarro: Não esquecer a Ucrânia

0
16
blank
Frederico Cardigos site

Até no futebol, esse “jogo praticado por vândalos”, quando um jogador agride outro, é expulso. Simples, não é? A violência, sem ser em legítima defesa e consequência de um ato violento, é condenada por qualquer sociedade decente.

É por esta razão que condeno, sem hesitação, a invasão da Ucrânia perpetrada pelo Governo da Rússia. Os agressores, liderados por Putin, atuam de forma não provocada e estão a condenar à morte e ao sofrimento milhares de pessoas, incluindo muitas no seu próprio país.

Estaria tentado em afirmar que isso não acontece no mundo livre. Mas será mesmo assim?
Acontece que há uns dias, um ator, a que chamarei simplesmente de Smith para não lhe dar importância, durante uma cerimónia pública, agrediu um humorista quando este estava simplesmente a fazer humor. Às palavras respondeu com uma agressão física.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura