Orçamento Participativo dos Açores tem promovido nos jovens maior envolvimento com a sociedade, afirma Diretor Regional

0
6
DR

O Diretor Regional da Juventude salientou, nas Lajes do Pico, o papel do Orçamento Participativo dos Açores no estímulo a uma “maior participação cívica e a um maior envolvimento na sociedade por parte dos jovens Açorianos”.

Lúcio Rodrigues, que falava sexta-feira na entrega dos equipamentos do projeto ‘Quebra-Cabeças’, um dos vencedores do Orçamento Participativo dos Açores, frisou que, concretamente na área da juventude, tem sido “uma ferramenta altamente eficaz na promoção da participação cívica dos jovens”, um “objetivo estratégico, transversal, do Governo dos Açores”.

“Logo no início desta legislatura traçámos três objetivos fundamentais que temos sabido atingir: mais formação, maior empregabilidade e maior envolvimento cívico”, realçou o Diretor Regional.

Relativamente ao projeto ‘Quebra-Cabeças’, Lúcio Rodrigues considerou ser um “bom exemplo” da forma como os jovens Açorianos se têm “chegado à frente, apresentando ideias inovadoras”.

Este projeto consiste na inserção de jogos dentro do recinto escolar da EBS das Lajes do Pico com o objetivo de ocupar os tempos livres dos alunos, dentro do horário escolar, fomentando a socialização, através de jogos coletivos como o pingue-pongue, as damas, o xadrez e outros jogos com componente didática.

Para o Diretor Regional da Juventude, este projeto “congrega duas grandes virtudes”.

“Uma, é que a ideia partiu dos próprios alunos, que, de certo modo, reconheceram que passavam demasiado tempo online”, e a outra é que “foram os próprios jovens que pensaram, que definiram uma estratégia para se envolverem mais uns com os outros no mundo físico e que tiveram a iniciativa de concorrer ao Orçamento Participativo dos Açores”, frisou Lúcio Rodrigues.

“O projeto ‘Quebra-Cabeças’, com um investimento global na ordem dos 5.000 euros, é mais um projeto que concretizamos na área da Juventude. É mais um exemplo da forma como sabemos escutar e como sabemos estar com os jovens Açorianos”, afirmou o Diretor Regional.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO