OSP – PS Faial reivindica manutenção de oferta de lugares

0
17

O secretariado de ilha do PS Faial chamou os jornalistas para afirmar que está “reivindicará a manutenção da oferta de lugares que a TAP oferecia, independentemente da garantia da SATA de que irá oferecer, em 2015, um total de 96 mil lugares”.

A reivindicação foi apresentada por Luís Botelho que adiantou ainda que “outra solução que não esta poderá traduzir-se num impacto negativo para a economia local, com particular incidência na indústria turística da ilha, a exportação de peixe e a floricultura”.

De acordo com os socialistas, “os transportes aéreos são uma questão que preocupa todos os faialenses e que deveria originar consensos supra partidários (…) desiderato que não é partilhado pelas estruturas locais do PSD que, recorrendo a manobras de simples promoção junto da comunicação social, tentam, criar celeumas politico-partidárias (…) escondendo que nada fizeram de concreto para inverter o processo originado por uma decisão da TAP.”

Luís Botelho adiantou ainda que “o PS Faial esteve, desde a primeira hora, a defender intransigentemente o Faial, a acompanhar e a atuar para debelar uma situação originada pela privatização da TAP que abandona o anterior compromisso do Governo da República, de que a transportadora aérea deveria servir todos os portugueses e continuaria a voar para os Açores nas rotas definidas nas OSP”.

Após uma série de contatos e reuniões com várias entidades, o PS Faial reiterou a sua vontade em “com fundamento e apoiados em factos estatísticos continuar a reivindicar que sejam repostos os 14 voos semanais apresentados pela TAP nos meses de julho e agosto”.

 

 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO