Pais do Capelo e Praia do Norte exigem assistentes

0
62
blank

Ano letivo termina com insatisfação patente nos encarregados de educação. Paira a preocupação quanto ao próximo ano letivo.

Mais um assistente operacional e melhores refeições, querem os pais e encarregados de educação (EE) dos 38 alunos da Escola Básica 1/ Jardim de Infância do Capelo e Praia do Norte.

O gatilho para tiro de partida desta luta foi o encerramento desta unidade orgânica da Escola Básica Integrada da Horta (EBIH), a partir das 12h20, na última semana de aulas por falta de uma assistente operacional (AO).

Com o fim dos programas ocupacionais, dos quais as escolas estão, em muitas casos, dependentes para preencher os cargos de AO, houve graves constrangimentos no final do ano letivo em diversas escolas.

No caso do Capelo e Praia do Norte ficou uma auxiliar, contratada, e a EBIH não dispunha de recursos humanos para minimizar os constrangimentos.

Os pais voltaram à rua no dia 28, demonstrando o seu descontentamento.
“Uma auxiliar sozinha não consegue assegurar o serviço, há 18 crianças em idade pré-escolar, que requerem muita atenção” começou por exemplificar Carina Sousa. A preocupação é que este cenário se mantenha, pois até agora não há garantias que “haja pessoal colocado nas escolas para colmatar estas faltas” sustentou a representante dos pais e EE daquelas comunidades.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura