Parque Natural do Faial assinala 57.º aniversário do Vulcão com Dia Aberto

0
6

Comemora-se a 27 de setembro o 57.º aniversário da erupção do Vulcão dos Capelinhos, que mudou para sempre a vida dos habitantes do Capelo, e a ilha do Faial. 

O Vulcão marca a paisagem da ilha, com o seu aspeto lunar, é o último de um alinhamento de cones que se estende desde a Caldeira central da ilha do Faial até à ponta dos Capelinhos e apresenta-se como um local de elevada importância geológica, biológica e patrimonial, estando classificado nas categorias (IUCN) de Área Protegida para a Gestão de Habitats ou Espécies, Área de Paisagem Protegida e Área Protegida de Gestão de Recursos. Assume-se como um dos principais pontos turísticos, potenciado pelo seu Centro de Interpretação que é muito visitado ao longo do ano. 

Na data em que se assinala o 57.º aniversário, o Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos (CIVC) vai estar mais acessível aos visitantes. Para assinalar a data o Parque Natural do Faial vai promover um Dia Aberto, com visitas guiadas gratuitas das 14h30 às 16h00, onde no final estão reservadas algumas surpresas.

Também, no dia do aniversário, terá lugar a abertura de uma feira, que estará patente no CIVC até ao dia 24 de outubro, com publicações açorianas, algumas relacionadas com os Capelinhos e outras com outras áreas de influência do Parque Natural do Faial. 

O CIVC, foi inaugurado em agosto de 2008, as suas infraestruturas foram concebidas de modo a preservar a paisagem existente na área afetada pela erupção do Vulcão dos Capelinhos em 1957/58. 

Neste espaço é possível fazer uma viagem muitas vezes virtual e interativa que, passo a passo, descreve o fenómeno geológico, abrindo-se uma importante página na compreensão científica dos vulcões submarinos, passando pelos períodos pré, durante e pós vulcão dos Capelinhos.

Através de diversas ferramentas expositivas e interpretativas, o CIVC constitui um veículo difusor do conhecimento científico, podendo ser reconhecido como Centro de Ciência e como espaço de excelência para a atração turística, tendo como missão o desenvolvimento de ações que proporcionam atividades de exploração que enriqueçam as vivências daqueles que o visitam.                                        

Os dados, fornecidos ao Tribuna das Ilhas, pelo Parque Natural, revelam este ano o CIVC já recebeu 18 914 visitantes, mais 1820 que no ano passado, em igual período.

 

 

 

 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO