Patrão Neves quer FEG para despedimentos da base das Lajes

0
8

Maria do Céu Patrão Neves reuniu com o Ministro dos Negócios Estrangeiros para debater a possibilidade de recurso ao Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização por parte dos trabalhadores que venham a ser despedidos da base das Lajes.

O Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização destina-se a casos de despedimento coletivos acima de 500 trabalhadores por motivos de deslocalização de empresas.

De acordo com a eurodeputada “o mínimo de 500 trabalhadores não deverá ser um obstáculo porque o FEG também se refere ao conjunto de postos de trabalho diretos e indiretos e/ou com forte impacto na comunidade em que ocorrem”.

Patrão Neves realçou ainda que “ ambas as situações implicam despedimentos coletivos decididos pela mesma razão, a redução de custos pelo que considero existirem fortes bases para investir nesta hipótese, sem querer criar desde já expectativas a quem mais sofre com esta situação.”

A eurodeputada já apresentou a situação do Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização, ao presidente do Governo Regional, no sentido de suscitar o seu interesse e de propor um esforço conjunto, junto da Comissão Europeia, para potencializar uma candidatura a este fundo.

 

 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO