Paulo Portas veio ao Faial inaugurar nova sede do CDS-PP

0
15

 No passado fim-de-semana o líder nacional do CDS-PP, Paulo Portas, esteve nos Açores para uma visita rápida às ilhas do Triângulo. Depois de passar por São Jorge e pelo Pico, Portas esteve ontem no Faial, para inaugurar a sede do CDS-PP na ilha.

Falando na ocasião à comunicação social, Portas congratulou-se pelo facto de conhecer as nove ilhas dos Açores o que, segundo diz, “não é comum acontecer com políticos do continente”.

Sobre esta passagem pelas ilhas, o líder dos democratas cristãos disse que o objectivo é mostrar o seu apoio ao presidente regional do partido, Artur Lima, bem como às estruturas de cada ilha.

Com as eleições legislativas regionais de Outubro no horizonte, Portas não poupou elogios aos deputados do CDS-PP actualmente em funções na Assembleia dos Açores: “sempre que o CDS consegue eleger um deputado, esse deputado não fica calado. É gente que é eleita para defender a sua gente”, disse. Nas últimas eleições regionais o CDS subiu de dois para cinco deputados. Para o líder nacional, “essa subida foi merecida e teve uma consequência: as ilhas com deputados do CDS passaram a ser mais defendidas”. “Os deputados do CDS são os mais trabalhadores, e o eleitorado deve premiar aqueles que trabalham e se esforçam”, considerou.

Portas deixou conselhos aos intervenientes políticos do CDS-PP, com realce para um esforço de contenção financeira: “gastem o máximo no serviço aos outros e o mínimo do ponto de vista financeiro, por respeito com os outros”, disse.

blank

Também Artur Lima, líder regional do CDS-PP, se congratulou com esta inauguração, frisando que a nova sede se insere numa lógica de “nova dinâmica” que o partido inicia agora para chegar a Outubro “com a força toda”.

Lima aproveitou para apelar já ao voto no CDS-PP, lembrando aos faialenses que as ilhas das Flores e São Jorge, com a eleição, nas últimas regionais, de deputados democratas cristãos, ganharam mais visibilidade: “as pessoas passaram a ser mais ouvidas e a ter os seus problemas colocados no primeiro nível do debate político regional”, disse.

Tendo isso em conta, o líder do CDS na Região garante que o partido vai apostar no Faial, para quebrar a tendência de dividir os quatro lugares reservados à ilha pelo PS e pelo PSD. “Está na altura de romper com isso”, entende.

Nesta passagem pelo Faial, Paulo Portas aproveitou também para visitar o Hemingway, veleiro em que Genuíno Madruga deu a volta ao mundo em solitário por duas vezes. Falando sobre este “encontro feliz” com o velejador, Portas destacou as suas voltas ao mundo como sendo “herdeiras do espírito do que Portugal tem de melhor, da sua capacidade de ultrapassar as dificuldades e de levar mundo ao mundo”.