PCP Açores propõe redução do IVA e apoio ao rendimento das famílias

0
10

O PCP/Açores revelou segunda-feira as suas propostas relativas ao salário mínimo e taxas moderadoras que vai apresentar na discussão de Plano e Orçamento regional para 2016.
O PCP/Açores insiste na necessidade do aumento do salário mínimo regional e dos complementos de pensão, abono de família e remuneração complementar, bem como na eliminação das taxas moderadores no Serviço Regional de Saúde.
Aníbal Pires defende também a recuperação do diferencial fiscal sobre a taxa normal de Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) nos Açores, no sentido de baixá-la de 18% para 16%.
“A aprovação ou não destas propostas dificilmente vai alterar o nosso sentido de voto em relação ao Plano e Orçamento, que tem sido quase sempre contra”, recordou Aníbal Pires, que não revelou o seu sentido de voto.
O PCP/Açores marcou o seu X Congresso Regional, para 09 e 10 de abril de 2016, em Ponta Delgada.
O desemprego, a precariedade laboral nos Açores e a diminuição das ligações aéreas da SATA inter-ilhas foram outras questões analisadas pelo PCP, que esteve reunido no fim de semana, em Ponta Delgada.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO