Pico. PS “lança boatos” para esconder o estado em que deixou a Saúde na região

0
8
blank

Os deputados do PSD/Açores eleitos pelo Pico lamentaram hoje que o grupo parlamentar socialista “continue a lançar boatos para criticar as políticas de Saúde do Governo da Coligação, como aconteceu esta semana sobre uma alegada centralização da gestão dos centros de saúde do Pico, Faial e Flores, existente apenas na imaginação daqueles deputados”, adiantaram.

“Naturalmente que o Governo já veio desmentir as afirmações proferidas pelos deputados do PS, que não passaram de mais uma tentativa para fazer esquecer a governação anterior na Região, e o estado em que deixou a saúde dos açorianos”, disse o social-democrata Carlos Freitas.

“Não somos apenas nós a dizer, são os utentes a afirmar que este Governo tem combatido os problemas estruturais do setor na região, quer financeiros, como nos recursos humanos e equipamentos, com determinação e para renovar o sistema, motivando os seus profissionais para serem cada vez mais eficazes nas respostas aos açorianos, de todas as ilhas”, acrescentou.

O deputado citou “o próprio Conselho de Administração da Unidade de Saúde da Ilha do Pico, que se referiu aos problemas com o estado das infraestruturas e equipamentos dos três Centros de Saúde da ilha, quase todos eles relacionados com a falta de manutenção ao longo dos anos, os anos em que o PS foi governo, que foram 24”, avançou.

Segundo Carlos Freitas, “no Centro de Saúde da Madalena vai avançar o programa preliminar para a realização do projeto de beneficiação daquela unidade, cujas patologias estão identificadas”, uma realidade que também irá acontecer no Centro de Saúde de São Roque, “com um projeto único, dividido em duas fases, mas que vai permitir melhorar e corrigir diversas falhas estruturais que o mesmo apresenta”, avançou.

“Em relação ao Centro de Saúde das Lajes as obras de remodelação devem ser retomadas o quanto antes, e vão dotá-lo de melhorias funcionais ao nível da Urgência, dos Serviços médicos e de enfermagem, do Centro de Fisioterapia, e do Internamento”, disse Carlos Freitas.

“A recente aquisição de um novo equipamento de Raio-X para o Centro de Saúde de São Roque, e a obra no Serviço de Radiologia, dotou a sala de todas as condições técnicas e de segurança necessárias, substituindo um equipamento que tinha 26 anos”, reforçou.

Carlos Freitas disse ainda que “foi este Governo, o Governo da Coligação (PSD, CDS-PP e PPM) que reforçou a deslocação de especialistas à ilha do Pico, enquanto o PS as suspendeu quando estava no poder. Isso é que os picoenses e os açorianos não podem esquecer”.
“A esse nível, podemos reforçar que, em 2021, houve 3717 consultas de especialidade, o número mais elevado dos últimos dez anos, tendo-se retomado as consultas de Ginecologia, já em 2022. No que toca aos utentes deslocados da Unidade de Saúde da Ilha do Pico, foram 3696 para os hospitais da região ou do continente”, concluiu.