Plenário – Juntas de freguesia. PSD quer “resolver problemas” em vez de “continuar a adiar como o PS”

0
14
blank

A deputada do PSD/Açores Sabrina Furtado afirmou hoje que os social-democratas estão determinados a “resolver definitivamente os problemas” das Juntas de Freguesia da Região, criticando o Partido Socialista por pretender “continuar a adiar problemas” das autarquias.

“O que está plasmado neste diploma do PS tem uma palavra que nos faz especial confusão. Adiar! Este Governo Regional, esta Coligação e estes grupos parlamentares sabendo que há vários problemas a tratar, tomaram posse para resolver, não para continuar a adiar problemas à maneira do Partido Socialista”, disse a deputada social-democrata, na Assembleia Legislativa dos Açores, na Horta.

Para a parlamentar social-democrata, o diploma em causa deve primeiro ser apreciado em Comissão, de forma a “recolher o máximo de dados possível e aferir as reais e efetivas necessidades de cada uma das Juntas de Freguesia dos Açores”, sublinhou, reconhecendo a relevância e importância que o assunto tem.

“Não contam com esta Coligação para tratar os autarcas e seus assuntos em cima do joelho”, reforçou Sabrina Furtado.

A deputada do PSD/Açores adiantou que a iniciativa do Partido Socialista “promove a precariedade, ao invés de conferir às Juntas de Freguesia dos Açores os instrumentos que elas precisam para contratar pessoas e satisfazer necessidades permanentes”, afirmou.

“Por isto mesmo, desenvolveremos todos os esforços, e aceitaremos os contributos do Partido Socialista também nesta matéria, com o objetivo de melhorar a vida dos autarcas e dos trabalhadores em programas ocupacionais que os senhores subjugaram durante toda uma vida”, frisou.

“Certo é que nos Açores, durante a governação socialista, havia Juntas de Freguesia com tantos programas ocupacionais quanto as maiores câmaras municipais do arquipélago”, concluiu.