Presidente da Assembleia defende prioridade de ação para cuidados de saúde e abastecimento de mercadorias ao Corvo

0
8
DR
DR

Por: Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores

O Presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, Luís Garcia, defendeu, no Corvo, a “melhoria das condições dos cuidados de saúde” e do “sistema de abastecimento de mercadorias”, áreas que considera terem de ser prioridade da ação na ilha.
O Presidente da Parlamento açoriano sublinhou que o investimento na “unidade de saúde, suas instalações e equipamentos”, bem como a “definição de um sistema regular e previsível” de abastecimento de mercadorias ao Corvo, “não constituem luxos”, mas antes “condições essenciais e estruturantes” para o desenvolvimento de uma comunidade que vive tão isolada, especificidade que, no seu entender, “exige dos Órgãos de Governo próprio da Região uma permanente atenção e atuação”.
Da mais pequena ilha dos Açores, o Presidente Luís Garcia reafirmou assim a importância daquele que é um dos alicerces da autonomia regional: “garantir um desenvolvimento equilibrado e integral de todas as ilhas”.
Para o Presidente da Assembleia, “consolidar e aprofundar a Autonomia também é garantir às nove ilhas as condições essenciais para que se desenvolvam e para que não fique nenhuma para trás”.
Estas preocupações foram destacadas pelo Presidente no seu discurso de inauguração da Exposição “Açores: Silêncio e Ser”, uma mostra da autoria do fotógrafo Jorge Barros, organizada e promovida pela Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores no Centro Cultural Multiusos da ilha do Corvo.

Na sua intervenção, o Presidente da Assembleia Legislativa dos Açores deixou ainda um apelo a todos os Deputados, para que “exerçam uma política de proximidade” e “levem os assuntos das diversas ilhas ao Parlamento”, porque isso significa também “dar um forte contributo para a consolidação e para o aprofundamento da nossa Autonomia”.
Recorde-se que o Presidente Luís Garcia escolheu o Corvo para a sua primeira visita oficial, que pretende marcar o início a uma ronda de visitas oficiais pelas nove ilhas dos Açores, promovendo a “política de proximidade” que definiu com um dos “objetivos estratégicos” da sua Presidência.
Esta primeira viagem oficial, que terminou ontem, fica marcada pela auscultação das principais preocupações e aspirações dos corvinos. Ao longo destes três dias, o Presidente Luís Garcia realizou diversas visitas de índole social, educacional e cultural, entre as quais a Santa Casa da Misericórdia, os Bombeiros Voluntários, a Unidade de Saúde da Ilha, a Escola Básica e Secundária Mouzinho da Silveira e o Ecomuseu do Corvo, tendo reunido também com os Deputados eleitos pelo círculo eleitoral da ilha e com o Presidente da Câmara Municipal do Corvo.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO