Projeto Revive CMH integra júri do concurso para converter Quartel do Carmo numa unidade turística

0
20
DR

DR

A Câmara Municipal da Horta (CMH) foi convidada a integrar o júri do concurso público para concessão do Quartel do Carmo que será transformado numa unidade turística como parte do projeto nacional “Revive”.
Integram ainda o júri os Ministérios da Defesa, Finanças e Cultura, bem como o Turismo de Portugal.

No âmbito do projeto “Revive” do Governo da República, o Quartel do Carmo será concessionado por 50 anos para exploração para fins turísticos, estando aberto o concurso público para os procedimentos.
A CMH foi convidada a integrar o júri do referido concurso juntamente com os Ministérios da Defesa, Finanças e Cultura e ainda o Turismo de Portugal.
José Leonardo Silva salientou que o Município tem acompanhado de perto todo o processo, frisando que foram os técnicos da autarquia que fizeram o levantamento topográfico do terreno e que têm estado a trabalhar a informação técnica relacionada com o ordenamento do território daquela zona.
“Este será mais um investimento que consolida, certamente, a oferta turística da ilha do Faial e que deverá ser mais um motivo para continuarmos a reivindicar mais e melhores acessibilidades para a ilha do Faial e para os Açores”, disse o presidente da CMH.
Para o edil, a autarquia “não poderia estar mais satisfeita com esta solução, que tem vindo a trabalhar em conjunto com os mencionados organismos do Estado, estando disponível para continuar a trabalhar junto de investidores privados que ali venham a encontrar um local ideal para o desenvolvimento de um projeto credível, sustentável e que honre os pergaminhos históricos desta cidade e respeite o seu enquadramento paisagístico, no anfiteatro voltado para uma das Mais Belas Baías do Mundo”.
Lembre-se que o projeto “Revive”, no valor de 150 milhões de euros, integra, a par do Quartel do Carmo, uma dezena de outros edifícios de índole histórica em todo o país. 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO