Projetos tecnológicos já criaram mais de 370 postos de trabalho nos últimos três anos na ilha Terceira

0
17
DR/GACS
DR/GACS

O Vice-Presidente do Governo revelou, na Praia da Vitória, que, nos últimos três anos, foram criados mais de 370 postos de trabalho na ilha Terceira, no âmbito de três projetos de caráter empreendedor que garantiram a instalação de mais de quatro dezenas de empresas.

“Nos últimos três anos conseguimos criar, só no âmbito destes três projetos âncora [Terinov, Terceira Tech Island e Rook Tecnology], a possibilidade de mais de cerca de 370 famílias se poderem instalar, viver com segurança nesta ilha e trabalhar em mais de 40 projetos empresariais novos que têm vindo a surgir e a crescer”, frisou Sérgio Ávila, que falava quarta-feira na inauguração das instalações da Viragem – Skills4Empowerment, no âmbito do Terceira Tech Island.

Para o governante, a Viragem – Skills4Empowerment, empresa que atua nas áreas de consultoria para os negócios e a gestão, bem como de formação e sistemas de informação de apoio à atividade comercial, “é um exemplo que cumpre exatamente os nossos objetivos, desde logo na qualificação dos nossos jovens, dando-lhes uma oportunidade de enorme futuro”.

“É um exemplo também na atração para a Região, não só de Açorianos que estavam a viver fora da Região, mas, particularmente, de outras pessoas que veem nos Açores uma oportunidade de desenvolvimento da sua atividade profissional e, em terceiro lugar, ao criar aqui condições para exportarmos serviços com qualidade”, destacou Sérgio Ávila.

Neste sentido, considerou a exportação “o principal pilar de desenvolvimento da Região”, tendo em conta que, na prática, “sempre que é prestado um serviço para o mundo inteiro, é faturado e, assim, estamos a aumentar a riqueza gerada na Região para o exterior”.

Sérgio Ávila salientou ainda que atualmente a taxa de desemprego nos Açores é mais baixa do que a média nacional e que a sua redução tem vindo a ser significativa nos últimos tempos, afirmando que este facto “não acontece por acaso”.

“Surge de um trabalho que está a ser feito há muito tempo”, frisou.

Atendendo que a Viragem – Skills4Empowerment está em atividade nos Açores desde 2019 e já criou sete postos de trabalho, prevendo aumentar para 11 nos próximos tempos, o Vice-Presidente considerou, por isso também, um sinal da “aposta extremamente válida” que há dois anos e meio o Executivo fez no projeto Terceira Tech Island.

Sérgio Ávila referiu o Terceira Tech Island conta neste momento com 22 empresas instaladas, tendo já criado 170 novos postos de trabalho.

“Acreditámos nas competências dos nossos jovens Açorianos, criámos uma oportunidade de carreira e de futuro numa área fundamental e de permanente crescimento, que aumentou durante a pandemia de forma generalizada”, frisou o governante, referindo que agora a perspetiva de se trabalhar dos Açores para o mundo “está ainda mais consolidada”.

“Se antes havia a certeza da importância da área da programação e da capacidade de se trabalhar para o mundo a partir do centro da Praia da Vitória, agora temos mais convicção dessa opção estratégica. Estamos a formar mais jovens e, permanentemente, irá crescer o número de empregos, a fixação de famílias e a criação de rendimento”, sublinhou o Vice-Presidente do Governo.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO