PSD/Açores afirma que reestruturação do SRS é “um retrocesso inaceitável”

0
14

Os deputados do PSD/Açores eleitos pela ilha das Flores, Pico e Faial reuniram, na tarde de ontem, com a administração do Hospital da Horta com o intuito de analisar a proposta de reestruturação do Serviço Regional de Saúde (SRS) apresentada recentemente pelo Governo Regional.

Em declarações aos jornalistas, os deputados do PSD/Açores acusam o executivo regional de estar a fomentar “um retrocesso inaceitável para os cuidados de saúde prestados pelo Hospital da Horta”, salientando que “esta proposta não constitui um contributo válido para a sustentabilidade do Serviço Regional de Saúde, pois afinal aumenta os seus custos ao invés de os diminuir”.

Esta proposta de reestruturação irá reduzir especialidades neste hospital, nomeadamente, a Urologia, a Oncologia e os Cuidados Intensivos, o que na opinião do deputado social democrata “são uma referência para o hospital”. “Além de que a proposta do Governo Regional deixa também aberta a porta para o encerramento do bloco de Partos na Horta e a redução da Medicina Hiperbárica”, alertou Luís Garcia.

Os deputados do PSD lamentam o facto de o Governo ter feito esta proposta sem “ouvir as pessoas e a administração do Hospital da Horta”.

“O PSD/Açores está contra esta proposta, e foi com satisfação que nos inteirámos de uma posição semelhante por parte da administração do Hospital da Horta. Apelamos mesmo a que as populações e instituições das ilhas que representamos se manifestem da mesma forma”, frisou Luís Garcia.

O deputado social democrata pediu ao PS/Faial e das outras ilhas a mesma preocupação em relação à situação do Hospital da Horta, lembrando que este serve não só o Faial mas também Pico, Flores e Corvo e que mantenha esta preocupação, tal como tem demonstrado, até ao fim. “Espero que os deputados do PS estejam do lado das suas populações”, concluiu.