PSD/Açores propõe apoio extraordinário a trabalhadores em ‘layoff’

0
11

O PSD/Açores propôs no parlamento a criação de um apoio extraordinário aos trabalhadores açorianos abrangidos pelo regime nacional de ‘layoff’ simplificado, alegando que “faz todo o sentido” compensar os trabalhadores que perderam um terço do seu salário bruto.

“Nos Açores, o rendimento mensal do trabalho é dos mais baixos do país. E a essa circunstância junta-se agora, para alguns milhares de trabalhadores, a redução desses rendimentos e a ameaça do desemprego na sequência da pandemia da COVID-19. É, pois, para atenuar a quebra de rendimento, a que estão sujeitos os trabalhadores em situação de layoff, que o PSD propõe a atribuição de uma ajuda financeira”, afirmou o deputado social-democrata Joaquim Machado.

O parlamentar, que falava no plenário da Assembleia Legislativa dos Açores, salientou que a proposta social-democrata defende um apoio extraordinário “com observância de critérios de justiça social e rigor orçamental”.

“Se há, e bem, ajudas às empresas para a manutenção dos postos de trabalho, faz todo o sentido compensar também os trabalhadores que perdem um terço do seu salário bruto. Fazê-lo é uma medida de elementar justiça social”, sublinhou.

Para Joaquim Machado, a proposta do partido visa “ajudar as famílias a satisfazer os seus compromissos mais elementares e gerar mais alguma liquidez, que é fundamental para reanimar a economia e assim, verdadeiramente, criar condições para evitar o agravamento do desemprego, que nos Açores é o segundo mais alto do país”.

“Empresas e trabalhadores têm de estar na primeira linha das ajudas públicas. Estamos todos de acordo na necessidade de manter o emprego. Espero que estejamos também unidos a defender o rendimento do trabalho”, considerou.

O deputado social-democrata acrescentou que, com mais esta proposta, o PSD/Açores “dá um contributo nesta responsabilidade coletiva, que temos sempre, e mais agora, de trabalhar em favor dos nossos concidadãos”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO