PSD congratula-se com classificação do Carnaval da Terceira como Património Cultural Imaterial

0
11

O PSD/Açores, através do deputado César Toste, congratulou-se hoje com a classificação das Danças, Bailinhos e Comédias da Ilha Terceira no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, considerando-a “um marco na cultura popular dos Açores”.

O social democrata recorda que foi o PSD/Açores, em 2013 e pela mão da então deputada Judite Parreira, que apresentou na Assembleia Legislativa “um projeto de resolução, recomendando ao Governo Regional que diligenciasse a classificação das tradicionais Danças e Bailinhos de Carnaval da Ilha Terceira como Património Cultural Imaterial de Portugal”.

Segundo César Toste, “o projeto pretendia salvaguardar uma manifestação cultural de um povo, garantindo-lhe futuro e perenidade, dando-lhe o devido relevo e projeção e homenageando em simultâneo todos quantos a tornam possível, contribuindo para promover o respeito pela diversidade cultural e pela criatividade humana”, explica.

“Na altura, essa proposta foi aprovada por unanimidade da Assembleia Legislativa. Após um processo longo, o Carnaval da Ilha Terceira foi finalmente reconhecido a nível nacional”, afirma o deputado.

Para César Toste, “o nosso Carnaval distingue-se pela sua duração, participação, juventude e assistência, não sendo equiparável a sua dimensão humana, que se estende às nossas comunidades de emigrantes nos EUA e no Canadá”.

“O Carnaval da Ilha Terceira é um exemplo vivo da criatividade do nosso povo”, afirmando-se como “uma tradição popular que atravessa e contagia as gerações”, disse ainda o deputado do PSD/Açores, revelando “uma enorme satisfação, também pessoal, pela distinção agora conseguida”, concluiu.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO