PSD diz que falta investimento por parte da Câmara Municipal da Praia da Vitória

0
9
blank
DR

O PSD/Praia da Vitória considerou hoje que “é notória a falta de investimento da Câmara Municipal na freguesia das Fontinhas”, tendo-se referido concretamente ao recinto desportivo Durval Monteiro que, “apesar das várias promessas, continua a ter lacunas no que diz respeito às redes de vedação, iluminação, balneários e relvado. A autarquia optou por fazer obras de cosmética, garantindo apenas as condições mínimas exigidas para a prática desportiva do clube que utiliza o recinto”, avançou César Toste.

 

O presidente da Comissão Política Concelhia do PSD local falava após uma visita à freguesia, em que a estrutura foi acompanhada pelos membros da Assembleia Municipal e pelos vereadores municipais social democratas.

 

Foi a primeira de um ciclo de visitas às freguesias do concelho, reunindo com empresas, instituições e militantes: “Pretendemos assim fomentar a proximidade dos militantes, como também auscultar as preocupações e projetos das empresas e instituições presentes em cada comunidade”, disse César Toste.

 

Foi também uma oportunidade “para contatar com os novos militantes das Fontinhas e os primeiros passos para a ativação do núcleo de freguesia”, referiu, dizendo que essa “extensão do partido vai apoiar o grupo eleito para o executivo e assembleia de freguesia, aumentar a militância, e ainda promover  o debate político numa perspetiva construtiva”, afirmou.

 

No terreno, foi possível constatar “as dificuldades sentidas pelo tecido empresarial com a contratação de mão-de-obra especializada e com a instabilidade do mercado. Junto das instituições verificou-se o enorme trabalho desenvolvido em prol da sustentabilidade e do dinamismo”, referiu o dirigente social democrata.

 

A nível de rede viária, César Toste diz que a freguesia “precisa de melhorias em algumas estradas, estando o piso bastante danificado – Vale Farto, Rua Joaquim Alves, Rua Nova e Rua Chico Laranja -, destacando-se esta última,  pelo facto de já estar programada uma intervenção há mais de 2 anos, que não foi ainda resolvida, mesmo se os moradores se disponibilizaram a ceder partes dos seus terrenos para o alargamento e melhoria da rua”, explica César Toste.

 

Em relação à escola do Primeiro Ciclo Irmãos Goulart, “e apesar de em junho ter sido apresentado pelo presidente da câmara o Plano Municipal para a Educação, iniciou-se mais um ano letivo com graves problemas de infiltrações no edifício, incluindo as salas de aula, e pondo em causa as condições de trabalho e de saúde de quem as utiliza. A escola continua também com problemas na rede de água, encontrando-se desde maio com buracos abertos no seu espaço exterior da escola, sem que o problema tenha uma solução à vista”, concluiu o presidente do PSD/Praia da Vitória.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO