PSD preocupado com futuro da comunicação social açoriana

0
6

Aumento da percentagem de apoio à difusão informativa, comparticipação do pagamento das remunerações mensais dos distribuidores dos jornais porta a porta, apoio ao custo do papel, comparticipação na percentagem dos custos mensais respeitantes às contribuições para a Segurança Social dos funcionários e contratualização de assinaturas a serem distribuídas nas escolas, associações de apoio social dos Açores, lares de idosos, centros de dia e Casas dos Açores, são algumas das medidas que constam de uma proposta de resolução que o PSD Açores vai entregar ainda esta quinta-feira à mesa da Assembleia Legislativa dos Açores visando apoiar os órgãos de comunicação social privados da região.

O anúncio foi feito pelo líder da bancada social-democrata, durante uma conferência de imprensa realizada hoje na Horta, antes do início dos trabalhos da sessão plenária de Fevereiro que se aproxima do fim.

Duarte Freitas disse aos jornalistas que a proposta que o PSD vai apresentar não fala de publicidade institucional uma vez que “esse é um ponto que é pouco claro e para o qual tem que ser exigida e aplicada uma maior transparência”.

No entender da oposição as medidas de apoio previstas no Promedia II são insuficientes pelo que incumbe à Região promover medidas e incentivos para contornar as dificuldades e fragilidades.

De referir ainda que, a proposta do Partido Social Democrata assume “titulo excepcional e carácter provisório”, uma vez que “os jornais que surgiram nestas ilhas constituem um património comum que deve ser valorizado e respeitado pelos poderes públicos regionais.”

 

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO