PSP. Paulo Moniz defende a manutenção das Esquadras da Maia e das Furnas

0
4

O deputado do PSD/Açores na Assembleia da República, Paulo Moniz, defende a manutenção das Esquadras da PSP da Maia e das Furnas, na Ilha de São Miguel, realçando “a enorme importância daquelas estruturas policiais junto das suas comunidades” e questiona o Ministro da Administração Interna sobre o assunto.

Face à possibilidade de encerramento das referidas esquadras, “e estando mesmo em curso um estudo sobre o assunto”, o social democrata questionou aquele governante “para saber se essa é uma intenção concreta e, caso assim seja, quando poderá ocorrer”, adiantou.

“Foi com enorme apreensão e estupefação que essa informação chegou ao nosso conhecimento, tanto mais que a importância e a imprescindibilidade das esquadras da PSP da Maia e das Furnas são factos indesmentíveis”, afirma Paulo Moniz.

O deputado do PSD/Açores realça que a esquadra da freguesia da Maia serve seis freguesias do concelho da Ribeira Grande, “tendo importância crucial no exercício da manutenção da segurança e ordem pública, só possível pela proximidade física e geográfica das populações abrangidas”.

Aliás, “os baixos níveis de criminalidade verificados naquele aglomerado de freguesias, a par com um controlo exemplar da criminalidade associada à toxicodependência, só são possíveis pela presença inserida, imersa e entrosada da PSP nas mesmas”, refere.

A sua distância à sede do concelho “determina, obrigatoriamente, que haja essa presença próxima da PSP, para uma resposta pronta e eficaz. Isso sucede, inclusivamente, com a presença historicamente consolidada da secção destacada da Lomba a Maia dos Bombeiros Voluntários da Ribeira Grande, uma solução imprescindível para o socorro e rápida intervenção daquela zona”, explica.

Sobre a esquadra das Furnas, Paulo Moniz salienta a importância óbvia “de estar numa das freguesias mais visitadas e com maior densidade de turistas ao longo de todo o ano, em toda a ilha”.

“Tem por isso uma importância central na dimensão do apoio à proteção civil e salvaguarda e segurança da população, ainda mais pelo risco de isolamento provocado por recorrentes cortes de estrada e pelas suas características vulcanológicas sensíveis e especiais”, acrescenta.

O deputado lembra também que é “absolutamente imprescindível conferir à esquadra das Furnas valências específicas e dedicadas à regulação e ordenamento do trânsito. Atendendo também à exiguidade dos espaços de circulação e estacionamento nas alturas de maior fluxo turístico”, aponta.

Ainda nas questões colocadas ao executivo de António Costa, Paulo Moniz aborda o anunciado reforço de efetivos da PSP para os Açores, querendo saber “quantos serão distribuídos pelas referidas esquadras, e em particular no caso das Furnas, quantos da valência de divisão de trânsito estão previstos alocar”.

O deputado social democrata solicitou ainda “o plano temporal e por tipologia de veículos para a substituição da frota adstrita àquelas duas esquadras”, querendo também conhecer “as necessidades de ordem informática ou infraestrutural que possam existir”, concluiu.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO