Quatro dezenas de candidatos a Conselheiros da Diáspora Açoriana

0
21
DR
DR

A Vice-Presidência do Governo dos Açores, através da Direção Regional das Comunidades, recebeu 40 candidaturas a Conselheiro da Diáspora Açoriana, durante o período legalmente previsto de 1 a 10 de abril, através da plataforma Açorianos no Mundo.

Os candidatos, divididos por 19 círculos eleitorais, de acordo com a respetiva área geográfica, já foram validados pelo Vice-Presidente do Governo Regional e desenvolvem agora, de 15 de abril a 15 de maio, a apresentação das suas candidaturas junto dos Açorianos ou seus descendentes, residentes no exterior da Região, que se registaram na plataforma digital até 31 de março.

Pelo círculo da Bermuda, que elege um conselheiro, apresentaram candidatura Andrea Moniz DeSouza (advogada, 44 anos) e Alexandre Raposo Moniz (técnico de manutenção, 40 anos).

No Brasil, apresentam-se 15 candidatos para a eleição de cinco conselheiros em cinco círculos: pelo estado do Rio de Janeiro, Daniel Gonçalves (historiador, 36 anos), António Alves Corrêa (consultor, 71 anos), Hugo Désio Rocha (engenheiro civil e de segurança no trabalho, 46 anos) e Leandro Lopes (analista de segurança de TI, 33 anos); pelo estado do Rio Grande do Sul, Márcio Amaro (militar, 52 anos), Regis Albino Gomes (gestor de empresas, 59 anos) e Pedro de Moraes Garcez (professor, 55 anos); pelo estado de Santa Catarina, Lélia Nunes (escritora e socióloga, 74 anos), William Agostinho Marques (genealogista, 40 anos) e Vilca Merízio (professora universitária, 77 anos); pelo estado de São Paulo, José Jacob (analista de sistemas, 59 anos), João Correia (gestor de operações aeroportuárias, 56 anos) e Anderson Mattos de Souza (jornalista, 39 anos); pelos restantes estados brasileiros, Humberto Reis (médico, 49 anos) e Aristides Bittencourt (médico, 55 anos).

O Canadá conta com sete candidatos para a eleição de cinco conselheiros em cinco círculos eleitorais: pela província de British Columbia, Eduardo Bettencourt Pinto (escritor, 66 anos); pela província de Manitoba, Paulo Jorge Cabral (cônsul honorário, 60 anos); pela província do Ontário, Ricardo Viveiros (empresário, 46 anos), Matthew Correia (‘project manager’ e apresentador de televisão, 29 anos) e Nellie Pedro (administradora, 60 anos); pela província do Quebeque, Victor Faria (gestor de marketing e vendas, 43 anos); e pelas restantes províncias canadianas, Carlos Eduardo de Almeida (advogado, 53 anos).

Nos Estados Unidos da América, candidatam-se também sete emigrantes à eleição de cinco conselheiros: pelo estado da Califórnia, Albert Pinheiro (empresário, 68 anos) e Zeto Carvalho (chefe de escala e representante da SATA, 41 anos); pelo estado de Massachusetts, Danny de Melo (empreendedor, 38 anos), Gregório Cabral de Melo (diretor de divisão financeiro, 56 anos) e Rui Baptista (‘account executive’ e animador de rádio, 58 anos); e pelo estado de Rhode Island, Márcia da Ponte (assistente técnica/consultora, 45 anos). Pelo círculo dos restantes estados, que elege dois conselheiros, candidatam-se David Rebelo Pimentel (vice-presidente para as vendas na Elan Chemical, 47 anos) e Katherine Soares (diretora adjunta do Gabinete de Comunicação e Informação Pública do Condado de Union em Nova Jérsia, 41 anos).

No Uruguai, Gladys Alicia Quintana Diaz (professora, 71 anos) e Daniel Faggi (engenheiro agrónomo, 76 anos) disputam um único lugar de Conselheiro da Diáspora Açoriana.

Pelo círculo eleitoral de Portugal Continental e Região Autónoma da Madeira, que elege um conselheiro, são candidatos Maria Manuela Meneses (engenheira, 73 anos), Ponciano Oliveira (advogado/gestor público, 45 anos) e Sara Santos (técnica superior, 38 anos).

Para conselheiro pelo círculo eleitoral correspondente ao Resto do Mundo candidatam-se Carlos Mendonça (engenheiro, 45 anos), Eduardo José Borba da Silva (jurista, 70 anos) e Tiago Domingues (diretor geral RBC AFRICA SA e presidente da CCLI, 39 anos).

Terminado o período de apresentação das candidaturas, terá lugar o ato eleitoral, também através da plataforma Açorianos no Mundo, que se inicia a 20 de maio e se estende até 24 de maio, data que coincide com o Dia dos Açores.

A cerimónia de instalação do Conselho da Diáspora Açoriana, com tomada de posse dos conselheiros eleitos, está agendada para o Dia de Portugal e das Comunidades Portuguesas, a 10 de junho, prevendo-se que decorra em suporte digital.

O Conselho da Diáspora Açoriana é órgão consultivo criado em 2019, que visa assegurar a participação, a colaboração e a auscultação de todos aqueles que pretendem contribuir para o projeto de desenvolvimento dos Açores. É presidido pelo Presidente do Governo e constituído por 35 membros, incluindo os 19 conselheiros eleitos pelas comunidades açorianas.

Para mais informações e consulta dos candidatos, aceda ao site Açorianos no Mundo através da ligação: https://acorianosnomundo.azores.gov.pt/ .

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO