Que não seja a parvoíce…

0
22
TI

Contentemo-nos então com a ascendência que temos e para que os nossos descendentes possam falar de nós de outro modo, façamos algo que nos distinga, já agora nada de disparates, há tanto quem os faça, se algo ficar para a posteridade que não seja a parvoíce.

José Cipriano Catarino in Do Lacrau e da sua Picada. Com a devida vénia ao meu querido amigo Vítor Jorge.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO